Salvador, 20 de novembro de 2017
Acesse aqui:                
Banner
facebookorkuttwitteremail
Por que podemos acreditar que agora o Temer cai?, por Alexandre Tambelli
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Comportamento
Ter, 17 de Outubro de 2017 02:59

ALEXANDRE_TAMBELLIO caminho para derrubarem Temer está aberto, penso eu. Temer já entregou tudo o que pôde e foi combinado com os patrocinadores da "ponte para o futuro" e não tem mais como se sustentar no Poder com 3% de popularidade, na margem de erro das pesquisas, para que o Golpe não faça água antes de 1 de janeiro de 2019, início de um novo mandato presidencial, que as pesquisas atuais apontam para a vitória de Lula, candidato de oposição, mesmo com um grande aparato midiático-judicial na sua perseguição diariamente. A cada perseguição mais Lula cresce em intenção de votos. Pelo fracasso retumbante da "ponte", que Maia governe até lá, é a nova senha dos patrocinadores do Golpe.

O Golpe fabricou um racha na direita e levou parte maior do eleitorado cativo dela para a extrema-direita.

O fenômeno Bolsonaro nasceu no seio do Golpe da Lava-Jato em dobradinha com a velha mídia, em especial a Globo, bem sabemos, no desespero da direita e no abandono da Justiça (das leis e da Constituição) para tirar o PT do Poder central, impossível no voto.

E Bolsonaro não é a cara da Globo (no decorrer do texto esta afirmação ficará mais clara).

Do fracasso do pós-golpe, desenhado como uma necessidade para o Brasil voltar a crescer, se criou uma nova polaridade, saindo da clássica PSDB X PT para a Bolsonaro X Lula.

A direita não fascista, neoliberal na economia e nas questões sociais, mas liberal no campo religioso, cultural e de moral não castiça precisa urgentemente repaginar sua imagem, e o fez nas capas das revistas semanais e nos programas da Globo como o fantástico, cuidando de discutir temas como a questão de gênero e o homossexualismo, pontuado sem medo como não sendo uma doença.

Temer é o próximo passo, a questão da corrupção no Governo Federal precisa ser tirada das páginas do noticiário da velha mídia e nada melhor do que mudar o Presidente, Governo que a Globo & velha mídia em dobradinha com a Lava-Jato nos legaram. A Globo & velha mídia perceberam que se chegou a um impasse sem solução, não há condição moral e nem respaldo social para tirar Lula da Eleição (nem adiá-la). Manter Temer e o caos governamental pode levar Bolsonaro para o segundo turno contra Lula, e não mais um candidato palatável e confiável e não fundamentalista, o que poderia com Bolsonaro no Poder ou fortalecido socialmente gerar uma mídia outra, forte, de extrema-direita e Fascista que não é o perfil da Globo, ultraliberal mais em questões econômicas e sociais.

O Golpe foi um tiro no pé da Globo & velha mídia. Sobra tirar Temer e tentar repaginar o Governo Federal dando um mínimo de ordem e de refluxo nas ações econômicas e sociais ultraliberais, e quem sabe criar desse repaginamento uma candidatura que vença Bolsonaro em primeiro turno para disputar com Lula no segundo turno de 2018.

Precisamos pontuar que a Globo depende da classe artística para a sua audiência diária prosperar. E sejamos sinceros, artista não gosta de ser, tem exceções, pautado por regras morais, religiosas, certo? Eles são liberais nestes campos e a Globo sempre foi capaz de não se intrometer nestas pautas, até dando respaldo para uma visão de cultura liberal e não fascista ou com um moralismo religioso em vigência. Tiramos a Globo para colocar, talvez, a Record e/ou assemelhada (um canal religioso conservador) como centro de apoio a um Governo de extrema-direita de Bolsonaro?

Magno Malta, Bispo de Apucarana, Alexandre Frota definitivamente, não!

Não é por ai. O freio de arrumação da sociedade modelo Lava-Jato veio da maneira mais inusitada, via polaridade Lula X Bolsonaro.

Temer no Poder favorece Bolsonaro.

Agora, Globo & velha mídia precisam colocar o Fascismo de Bolsonaro, Dória & Cia. de volta pra dentro da garrafa. Talvez, seja tarde. E moralizar (repaginar) o Governo e Legislativo federais para a disputa contra Lula não precisar se apoiar em Bolsonaro. Fascismo pontuado num fato simples como a Veja ser chamada de comunista por produzir uma reportagem que afirma que o Nazismo é de extrema-direita. Fascismo pontuado no momento em que a Globo vira "lixo" no twitter, sendo trendtopic negativamente por causa de uma reportagem sobre a questão de gênero no Fantástico.

Eu creio que Lula vencerá em 2018. Não há tempo hábil para se produzir do caos uma candidatura que o vença.

Tomara que ele consiga uma Governabilidade capaz de pacificar o país, esta é a caixinha de surpresa, imprevisível o que sairá dela em 2019.

Artigo publicado originalmente em https://jornalggn.com.br/blog/alexandre-tambelli/por-que-podemos-acreditar-que-agora-o-temer-cai-por-alexandre-tambelli

Compartilhe:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 17.11.17.082Festival Samba de Beco, 17 Nov 2017
  • 17.11.17.025II Noite Cultural. Casa Preta. 17 Nov 2017
  • 12.11.17.009Puxadinho MassaLarica. Ano 1. 12 Nov 2017
  • 10.11.17.004Nobreza Vinil Session 2. Lebowski. 10 Nov 2017
  • 04.11.17.200Perc Pam. Lgo da Mariquita. Alb 2. 04 Nov 2017
  • 04.11.17.033Perc Pam. Lgo da Mariquita. Alb 1. 04 Nov 2017

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • Abertura das Olimpiadas_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?