Salvador, 22 de September de 2020
Acesse aqui:                
Banner
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Panelaços funcionam como reservas de liberdade. Por Paulo Moreira Leite
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Comportamento
Sex, 20 de Março de 2020 05:54

Paulo_Moreira_Leite2Para escapar de uma contaminação que pode custar milhares de vidas, brasileiros e brasileiras tem sido convocados a permanecer confinados nas próprias casas. Não devem sair a rua e devem evitar toda concentração de pessoas.

Não há dúvida de que o recolhimento  tem uma razão legítima. É o último recurso para proteger o direito à vida da população de um país  onde o SUS  foi sucateado intencionalmente pelos governos Temer e Bolsonaro, e hoje não dispõe dos recursos tecnicamente disponíveis para proteger a própria saúde.

O panelaço de quarta feira, que teve sequencias animadas na noite desta quinta, e possivelmente irá incluir outras manifestações nos próximos dias, mostra que, mesmo numa situação difícil, a população não abre mão do direito de se expressar e reivindicar.

Isso é muito bom -- em particular, quando se recorda a vocação autoritária de Jair Bolsonaro e do bolsoanismo, alvos  alvo de momentos inesquecíveis de repúdio e humor por parte de cidadãos com panelas e frigideiras nas mãos.

Em caso de eventuais ameaças aos direitos constitucionais, o panelaço é uma forma de ação coletiva,  permitindo a um grupo de pessoas expressar sua visão sobre o rumo das coisas do país -- com repercussão garantida quando conseguem se conectar com redes sociais capazes de multiplicar sua audiência milhares de vezes.

Numa conjuntura de cidadãos atomizados compulsoriamente,  os panelaços funcionam como uma alternativa para quem não abre mão  falar com a própria voz -- preocupação particularmente valiosa num período  no qual o colapso da saúde combina-se com recessão já à vista e a permanentes pressões contra a democracia.

Nesta situação, em momentos conturbados como o atual, os panelaços podem cumprir um papel insubstituível de reserva da liberdade de expressão, função comparável aos teatros de rua, murais e outras formas de manifestação política típicas dos tempos de resistência.

Alguma dúvida?

Compartilhe:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 24.02.2020.427Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 4. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.277Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 3. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.190Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 2. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.105Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 1. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.228Mudança, Magary, Motumbá. C. Grande. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.036Didá & Respeita as Minas. Campo Grande. 24 Fev 2020

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • Aves de Rapina_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?