Salvador, 22 de October de 2018
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Artigos


“O ódio deitou no meu divã” Por Eliane Brum
Cidadania
Seg, 15 de Outubro de 2018 04:31

eliane_brumRelatos de psicanalistas revelam a violência que cresce e se infiltra no Brasil com a possibilidade de Jair Bolsonaro chegar à presidência da República

 
Olavo faz incitação à violência; convoco meus concidadãos a repudiá-lo. Por Caetano Veloso
Cidadania
Dom, 14 de Outubro de 2018 19:02

Caetano_VelosoOlavo de Carvalho sugere em texto que, caso Bolsonaro se eleja, imediatamente à sua posse seus opositores sejam não apenas derrotados mas totalmente destruídos enquanto grupos, organizações e até indivíduos.

Ele diz que os que consideram Bolsonaro uma ameaça à democracia não estão lutando para vencer uma eleição e sim "pela sobrevivência política, social e até física". Isso é anúncio de autoritarismo matador.

Bolsonaro já disse que a ditadura matou pouco, já apareceu usando tripé de câmera como fuzil a metralhar petistas, já louvou o torturador e assassino coronel Brilhante Ustra. Quando atacado a faca por um maníaco, todos os outros concorrentes à presidência condenaram veementemente o atentado e seu autor; quando um eleitor seu matou um artista baiano que declarara voto no PT, Bolsonaro disse que não tinha nada a ver com isso.

Esse texto de Olavo anuncia uma escalada de ações violentas e conclama seus seguidores a perpetrá-las tão logo Bolsonaro chegue (se ele chegar) ao Alvorada.

É evidente que todo cidadão brasileiro que mereça esse nome –seja ele Fernando Henrique Cardoso, Roberto Carlos, Roberto Schwartz, Suzana Vieira, Chico Buarque, Luiz Tenório de Oliveira Lima, Letícia Sabatela, Fernando Haddad, Zezé de Camargo, Miriam Leitão ou ACM Neto– deve agir contra a possibilidade de eleição de Bolsonaro. A não ser que este desautorize publicamente o texto de Olavo. Único modo, aliás, de dar credibilidade a suas tentativas de amenizar o sentido de seus antigos brados.

"Olavo de Carvalho
O que cai com a ascensão do Bolsonaro:
1) Todo o esquema de poder construído pelo PT e seus associados ao longo de cinquenta anos.
2) O centro motor e financiador de todo o movimento comunista latino-americano. Portanto, o Foro de S. Paulo com as duzentas organizações que o compõem.
3) Os planos internacionais de eliminação da soberania nacional brasileira e de subgjugação do país ao esquema globalista.
4) Milhares de carreiras e biografias de politicos, intelectuais e artistas de esquerda.
5) Todo o poder impune do narcotráfico e do crime organizado em geral.
6) Todas as grandes empresas de mídia.
7) Toda a constelação de prestigios do show busness.
8) Todo o sistema de poder instalado nas universidades e no sistema de ensino em geral.

A queda de tudo isso é imediata e automática no dia mesmo da posse de Bolsonaro. Ademais, o famoso “Gigante Adormecido”, o povo brasileiro, acordou e não há soporífero capaz de faze-lo voltar a dormir. É um novo poder soberano decidido a subjugar ou anular todos os outros.

Por tudo isso, é óbvio, é patente e inegável que os representantes do atual esquema de poder não podem aceitar uma derrota de maneira alguma, porque não sera só uma derrota, sera a sua total destruição enquanto grupos, enquanto organizações e até enquanto indivíduos.

Eles não estão lutando pelo poder nem para vencer uma eleição, estão lutando pela sua sobrevivência política, social, econômica e até física. É inconcebível que, nessas condições, não lutem com a fúria de milhares de leões feridos, apelando a todos os recursos lícitos e ilícitos, morais e imorais, para obter não só a vitória a todo preço, mas, se possível, a redução do povo à total inermidade."

Olavo, o sub-Heidegger do nosso sub-Hitler (ou sub-Spengler do nosso sub-Goebels), diz que petistas, artistas, mídia, professores, jornalistas e intelectuais apelam a recursos ilícitos e imorais para obter vitória. No entanto, acabo de ler um texto em letras grandes, produzido pelos correligionários do capitão, que diz: "O PT QUEBRA IMAGENS, ESFREGA O CRUCIFIXO NOS ÓRGÃOS GENITAIS, URINAM (sic) NA BÍBLIA E AGORA QUER APOIO CATÓLICO".

Deve ser a milionésima fake news expedida pela campanha bolsonarista. Olavo é figura histórica da anti-esquerda. Catequizou gerações de jovens brasileiros a um anticomunismo delirante e ressentido.

Faz décadas uma jovem conhecida minha tinha se convertido ao islamismo através dos ensinamentos de Olavo, seu carismático professor. A força dos parágrafos de Fritjof Schuon, autor que li fascinado, devem ter chegado com beleza aos ouvidos da moça, através das explanações brilhantes de Olavo. Mas desconfio de que o que o animava não era a beleza do Islã, sua tradição, sua riqueza espiritual. O que o entusiasmava eram as teocracias tardias que o desfiguram.

Olavo hoje posa nos EUA segurando arma pesada. Quão útil será sua cruzada para a indústria armamentista? É-se inocente útil mesmo quando se torna paranoicamente suspicaz. Para ele, o que há na aventura da modernidade é necessariamente o mal.

Intelectual erudito e mente insana, nem sabe que eu só sei de um caso de artista que masturbava-se com um crucifixo (ele o declarou em entrevista na TV) –e era justamente um que hoje aparece ao seu lado.

Eu nunca fui petista. Nunca fui comunista. Odeio ter ouvido de Dirceu que o caso não é de ganhar eleição mas de tomar o poder. Meu pai me ensinou a ser anti-stalinista e, vendo a discrepância entre a vida real dos trabalhadores e os planos das "vanguardas” políticas, aprendi a ser anti-leninista (diante das filas para ver a múmia de Lenin em Moscou, reafirmou-se meu desprezo: detesto o mais ínfimo resquício de culto à personalidade que ronda Lula). Mas farei o que me for possível para vencer o crescimento da desigualdade e, acima de tudo, defenderei os direitos da pessoa humana.

Considero o texto de Olavo incitação à violência. Convoco meus concidadãos a repudiá-lo. Ou vamos fingir que o candidato dele já venceu a eleição e, por isso, pode mandar matar quem não votou nele? Respeitarei como presidente quem quer que se eleja. Mas exijo dele que exiba compromisso com os direitos da pessoa humana e, como os outros cidadãos, rejeite o que foi sugerido por Olavo de Carvalho.

Escritor e filósofo brasileiro Olavo de Carvalho, representante do conservadorismo

Escritor e filósofo brasileiro Olavo de Carvalho, representante do conservadorismo - Vivi Zanatta/Folhapress

Artigo poblicado originalmente em https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2018/10/olavo-faz-incitacao-a-violencia-convoco-meus-concidadaos-a-repudia-lo.shtml

 

 
Compromisso com o defeito. Por Janio de Freitas
Cidadania
Dom, 14 de Outubro de 2018 17:43

Janio_de_FreitasOs dois assumem o “compromisso com a democracia” cobrado de ambos por editoriais escritos e falados. O inverso cairia melhor, com os cobradores cobrados por um compromisso com a democracia, sobretudo na TV. Mas vá lá.

 
Bolsonaro, um líder construído em busca de um novo projeto de poder militar. Por Marcelo Falak
Cidadania
Dom, 14 de Outubro de 2018 17:31

Marcelo_FalakDefesa irrestrita da última ditadura (1964-1985). Apologia à tortura. Adoração à posse de armas e promessas de mão dura contra o crime organizado, o que inclui premiar os efetivos que venham a matar deliquentes. Um general, Hamilton Mourão, como companheiro de chapa.

 
Xadrez de Bolsonaro, do Poder Militar e do pacto nacional, por Luis Nassif
Cidadania
Dom, 14 de Outubro de 2018 17:15

Luis_NassifTêm-se uma certeza: o pacto político pós-Constituinte acabou. O bipartidarismo esfacelou-se com o fim virtual do PSDB. O PT mantém-se como o maior partido do país, mas ilhado por uma enorme corrente de antipetismo que ameaça a eleição de Fernando Haddad e, muito mais ainda, um eventual governo, em caso de vitória.

 
O futuro da democracia ocidental está em jogo no Brasil. Por Pepe Escobar
Cidadania
Dom, 14 de Outubro de 2018 16:59

Pepe_EscobarO dilema brasileiro ilumina todas as contradições que rodeiam a ofensiva populista de direita do Ocidente, justapondo-se ao inexorável colapso da esquerda. Os riscos não podem ser maiores.

 
Milícias e milicianos bolsonaristas. Por Jeferson Miola
Cidadania
Dom, 14 de Outubro de 2018 16:56

Jeferson_Miola2As portas do fascismo foram abertas; por elas passaram as milícias e os milicianos bolsonaristas que ameaçam de morte a já bastante debilitada democracia brasileira.

 
A ascensão do fascismo. Por Jessé Souza
Cidadania
Dom, 14 de Outubro de 2018 16:44

Jesse_SouzaTodo fascismo é reflexo de uma luta de classes truncada, percebida de modo distorcido e por conta disso violento e irracional no seu cerne. A elite e a alta classe média haviam, com sucesso, legitimado a opressão das classes populares pelo moralismo seletivo da corrupção apenas do Estado e da política como forma de criminalizar a soberania popular.

 
A História mostra, a História já viu ..., por Fernando Horta
Cidadania
Dom, 14 de Outubro de 2018 16:11

Fernando_Horta

O fascismo não começou com italianos carecas e alemães teatrais, em uniformes militares, matando gente em campos de concentração. O fascismo surge da junção de uma história de racismo, exclusão e sentimento de superioridade na Europa – que já no século XIX explicava a “superioridade do homem europeu” frente aos africanos, asiáticos e

 
Uma estratégia para o Brasil. Por Samuel Pinheiro Guimarães
Cidadania
Sáb, 13 de Outubro de 2018 14:38
  1. Samuel-Pinheiro-GuimaresDois projetos, econômicos e sociais, para o Brasil se confrontarão dia 28 de outubro. O primeiro projeto econômico é o projeto do Mercado. Este é o projeto dos muito ricos, dos megainvestidores, das empresas estrangeiras, dos rentistas,

 
Pela vida e pela democracia, busquemos os ausentes. Por Robson Sávio Reis Souza
Cidadania
Sáb, 13 de Outubro de 2018 14:34

robson_savio_reis_souzaCerca de 30 milhões de brasileiros deixaram de comparecer às urnas no primeiro turno. São cidadãos desiludidos com a política tradicional; contaminados pela criminalização à política; desesperançados em relação ao poder público; magoados com expectativas frustradas de melhoria de vida; afogados em dívidas; maltratados pelo desemprego...

 
«InícioAnterior12345678910PróximoFim»

Página 4 de 612

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 18.0.2018.013Discotecagem Dj Gug. Lebowski. 18 Ago 2018
  • 18.8.18.036Despedida de Zimba Selector. Red. 18 Ago 2018
  • 18.08.18.020Salsa Bahia. Boteco 68. 18 Agosto 2018
  • 10.08.2018.098Grupo Botequim. Patio Igreja. 10 Ago 2018
  • 10.08.18.048Maracatu Ventos de Ouro. Casa Preta. 10 Ago 2018
  • 10.8.18.023Bruna Barreto e Conv.. Lebowsky. 10 Ago 2018

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?