Salvador, 27 de September de 2021
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Artigos


Como psicanalistas explicam a personalidade de Bolsonaro e as motivações do bolsonarismo. Por Rudá Ricci
Comportamento
Ter, 10 de Agosto de 2021 00:47

Ruda_RicciBom dia. Venho conversando com psicanalistas para compreender melhor a personalidade de Bolsonaro e as motivações do bolsonarismo. Em especial, com Luís Carlos Petry. Farei um fio do que colhi até agora. Lá vai.

 
A ruína do guru do ódio religioso Olavo de Carvalho. Por Lúcia Helena Issa
Dando o que Falar
Seg, 09 de Agosto de 2021 05:11

lucia-helena-issaOs anos de manipulação, ódio, misoginia e racismo pagos a peso de ouro parecem estar acabando. Olavo de Carvalho está cada vez mais isolado. Seus discípulos mais nefastos.

 
Se Bolsonaro chegar ao golpe, será porque teve permissão. Por Jãnio de Freitas
Dando o que Falar
Sáb, 07 de Agosto de 2021 23:53

Janio_de_FreitasO suspense que aguarda os próximos espasmos institucionais exprime a fragilidade, tão negada, do sistema de defesa da legalidade democrática. Um desvairado lançou o país nas

 
Da arte de não enxergar o fogo. Por Vladimir Safatle
Dando o que Falar
Sex, 06 de Agosto de 2021 05:34

Vladimir_SafatleTermino minha participação na discussão com Leonardo Avritzer – travada em uma série de artigos postados no site A Terra é Redonda – com duas considerações.[1]

Última atualização em Sex, 06 de Agosto de 2021 05:37
 
Caos e ataques do Bolsonaro às instituições fazem parte do script dos militares. Por Jeferson Miola
Dando o que Falar
Sex, 06 de Agosto de 2021 05:27

Bolsonaro tem consciência que suas chances eleitorais em 2022 são improváveis.

Caso até a eleição não esteja inelegível e preso, como corresponderia a este criminoso em série que se safa do impeachment e da prisão graças à proteção cúmplice do procurador-geral e do presidente da Câmara, se participar do pleito é grande a probabilidade de ser derrotado por Lula já no 1º turno.

Por isso, enquanto os militares não conseguem encontrar uma alternativa eleitoral viável para a continuidade do projeto de poder, Bolsonaro age como um kamikaze programado para debilitar as instituições e explodir o processo.

Ele faz isso cultivando um clima constante de caos, tumulto e confusão e atacando frontalmente as instituições.

Bolsonaro tem muito a perder com a perda do cargo presidencial que usa de modo autocrático e antirrepublicano para blindar a si e a seu clã miliciano. Fora da presidência, ele ficará sujeito a condenações nos tribunais nacionais e, também, à incriminação no Tribunal Penal e cortes internacionais de direitos humanos.

Ele não está de fato interessado com a lisura da eleição, mas sim em enlamear e deslegitimar o processo eleitoral para concretizar a versão tupiniquim do “Capitólio de Brasília”. Não tem saída; para Bolsonaro e comandantes militares tudo é fraude e causa para deslegitimar a eleição: se sofrer impeachment legítimo, se ficar inelegível, se for processado pelo STF, ou se perder a eleição.

Num cenário de conflito insano, que poderá inclusive desembocar na violência armada de milícias bolsonaristas contra opositores e o povo em geral, o Exército será então convocado para executar uma operação “especial” de Garantia da Lei e da Ordem [GLO].

Não será uma GLO típica de segurança pública, mas uma “GLO política” para emparedar o poder civil e promover a ruptura institucional.

O “dissidente” general Paulo Chagas enuncia este roteiro no twitter: “Qdo o STF, q deveria dar o supremo exemplo, deixa de fazê-lo e ultrapassa seus limites, todos sentem-se livres p/fazer a msm coisa! Os efeitos negativos dessa anarquia só serão neutralizados pela iniciativa e pela moderação de uma FORÇA garantidora da lei e da ordem! ISSO Ñ É BOM!” [grafia original, grifos meus].

Os dirigentes militares não estão menos encrencados que Bolsonaro. A responsabilidade deles na corrupção sistêmica, na devastação da soberania e no desmanche do país; na destruição ambiental e no morticínio de quase 600 mil brasileiros/as são causas justas para julgamentos e condenações em tribunais nacionais e internacionais.

Com o eventual fim do governo militar, os militares não perderão somente os milhares de cargos civis, os salários duplex e extra-teto, as regalias e o poder, mas deverão perder também a condição de impunidade que gozam até hoje.

O ambiente de caos, descontrole e instabilidade institucional é uma construção metódica que o partido dos generais toma como pretexto para “legitimar” a tutela do poder político e das instituições civis pelas Forças Armadas, em especial pelo Exército.

A ação nefasta de Bolsonaro para o agravamento deste clima caótico e de incertezas é parte do script concebido pelo próprio governo militar.

Jeferson Miola

Integrante do Instituto de Debates, Estudos e Alternativas de Porto Alegre (Idea), foi coordenador-executivo do 5º Fórum Social Mundial

 

Artigo publicado originalmente em https://www.brasil247.com/blog/caos-e-ataques-do-bolsonaro-as-instituicoes-fazem-parte-do-script-dos-militares
 
Relação "pragmática" de Biden com o Brasil é na prática aliança com Bolsonaro. Por José Reinaldo Carvalho
Dando o que Falar
Sex, 06 de Agosto de 2021 05:17

jose-reinaldo-carvalhoChefiada pelo conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, chega nesta quinta-feira (5) ao Brasil uma delegação de quadros de primeira linha do governo Joe Biden para negociar

 
O dilema de Taiwan. Por José Luís Fiori
Dando o que Falar
Qui, 05 de Agosto de 2021 03:23

jose_luis_fioriA nova ordem mundial “sino-americana” deverá nascer de fato do outro lado da China, a partir de uma disputa que já dura 70 anos pelo controle da ilha e do estreito de Taiwan

 
Com governo vassalo dos militares, Brasil vira protetorado dos EUA. Por Jeferson Miola
Dando o que Falar
Qui, 05 de Agosto de 2021 03:18

Jeferson_MiolaAgentes do governo dos EUA já nem disfarçam a intromissão direta no Brasil. Eles agem à luz do dia, sem nenhuma discrição e cerimônia, e nem se preocupam em serem vistos operando.

 
Réquiem para um Império: um prelúdio. Por Pepe Escobar
Dando o que Falar
Qui, 05 de Agosto de 2021 03:11

Pepe_EscobarO império continuará a apodrecer inexoravelmente, um caso de péssimo gosto, sem qualquer pathos dramático ou estético digno de um Crepúsculo dos Deuses

 
Bolsonaro ameaça com golpe, sem meio-tom, e mente sobre inquérito do STF.Por Reinaldo Azevedo
Dando o que Falar
Qui, 05 de Agosto de 2021 02:36

reinaldo-azevedoSó falta a Jair Bolsonaro pronunciar a palavra "golpe". E, claro!, ter condições de desfechá-lo. Para tanto, precisaria contar com as Forças Armadas. Não parece provável. Ou, então, ele pensa em alguma coisa ainda mais distante das "quatro linhas".

 
Livro expõe que impunidade de militares na ditadura se repete na democracia. Por
Dando o que Falar
Qua, 04 de Agosto de 2021 03:07
rubens-valente

Em seu livro recém-lançado "Dano colateral" (selo Objetiva da editora Companhia das Letras, 352 págs.), a jornalista Natalia Viana mapeia e expõe a impunidade dos militares nos casos que resultaram em 35 mortos civis em operações urbanas que tiveram a participação do Exército e da Marinha de 2011 a 2019.

 
«InícioAnterior12345678910PróximoFim»

Página 8 de 707

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 24.02.2020.393Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 4. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.276Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 3. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.185Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 2. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.030Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 1. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.240Mudança, Magary, Motumbá. C. Grande. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.050Didá & Respeita as Minas. Campo Grande. 24 Fev 2020

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?