Salvador, 17 de October de 2021
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Curso & Evento
Calendário de Eventos help
Mês anterior Dia anterior Próximo Dia Próximo Mês
Ver por Semana Veja Hoje Buscar
Fuxicos Futuros: Processos Criativos: Pretas Hackers convidam Ng'endo Mukii
Segunda-feira 10 Dezembro 2018, 19:00

Acessos : 1072

Encerrando mais um ano de ativismo perante a problemática racial e de gênero da sociedade brasileira, o projeto Fuxicos Futuros tem sua oitava e última edição de 2018 no dia 11 de dezembro (terça-feira), às 19h, no Pátio do Goethe-Institut Salvador-Bahia, que acolhe o coletivo desde sua criação. Desta vez, as Pretas Hackers Hellen Nzinga e Mari Queiroz apresentam seus processos criativos em “Tecnologias São Muitas! A Cultura Hacker Como Agente de Transformação Social”. Elas também terão como convidada a premiada diretora de cinema queniana Ng'endo Mukii, residente do Programa de Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut. A entrada é gratuita e a classificação é livre.

“Ser hacker é conhecer bem um sistema por experimentação. É extrapolar a norma pela excelência, saber pela prática e ressignificar pela engenhosidade, criatividade e questionamento”, explicam as Pretas Hackers. “A partir dessa definição, podemos dizer que, sendo a vida um sistema, somos hackers ao aplicarmos a ela esses conceitos. Nos tornamos hackers ao reinventarmos a vida”, concluem.

Em um mundo pautado em regras, normas e padrões, promover transformações sociais de impacto demanda uma cultura hacker capaz de aplicar com engenhosidade conhecimentos e habilidades diversas, para conseguir resultados inteligentes e inusitados, de maneira rápida, esperta e eficiente. Enquanto há hackers digitais que travam verdadeiras batalhas com segurança de sistemas, que se apropriam do conhecimento técnico e especializado para ressignificar os mesmos, pode-se extrapolar essa ideia para um mundo de hackers sociais, numa batalha com parâmetros limitantes e excludentes.

Com compartilhamento de conteúdos e realização de dinâmicas para estimular um debate horizontal, as Pretas Hackers propõem então apresentar pessoas e processos, e pensar como as variadas tecnologias possíveis, incluindo tecnologias digitais, podem ser ferramentas para potencializar iniciativas hackers sociais.

NG'ENDO MUKII – Além de participar da roda de conversa, a cineasta convidada exibirá dois curtas de animação resultantes de workshops realizados por ela: “Retrato de Marielle Franco”, produzido em agosto deste ano em Nairóbi, capital do Quênia, junto a jovens artistas que homenagearam a socióloga, ativista e vereadora brasileira, assassinada em março passado; e “Retrato de Wangar? Maathai”, que reverencia a queniana ativista de direitos humanos, ambientalista e feminista, ganhadora do Prêmio Nobel da Paz em 2004, resultante de oficina em Salvador, como uma demonstração de solidariedade em resposta ao primeiro filme.

FUXICOS FUTUROS – Composto por mulheres artistas e intelectuais, negras, indígenas, trans, bi e lésbicas, o Coletivo Transdisciplinar Fuxicos Futuros reúne conhecimento não-hegemônico e define uma agenda própria, focada em si e em suas demandas políticas emergentes. O projeto-ação “Fuxicos Futuros” nasceu inspirado pela passagem de Grada Kilomba como residente do Programa de Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut Salvador-Bahia, no último bimestre de 2016. A artista portuguesa, cuja obra aborda questões de gênero, raça, trauma e memórias, realizou três conversas performáticas que mobilizaram centenas de pessoas, especialmente mulheres negras, que se fizeram mais presentes na rotina do instituto alemão. Kilomba ativou debates e efervesceu a necessidade de espaços que estejam abertos à intelectualidade e vivência dessas mulheres. Em seis edições mensais durante 2017, o “Fuxicos Futuros: Conversas no Pátio” se formatou como um ciclo de conversas protagonizadas por mulheres atuantes na Bahia. Entre trocas existenciais, políticas e artísticas, a iniciativa promoveu diálogos e a articulação da comunidade negra envolvida no debate da problemática racial e de gênero que atravessa a história da sociedade brasileira. Já a temporada 2018, iniciada no mês de maio, parte da exibição das construções intelectuais e criativas de integrantes do coletivo.

FUXICOS FUTUROS
“Tecnologias São Muitas! A Cultura Hacker Como Agente de Transformação Social”.
Pretas Hackers Hellen Nzinga e Mari Queiroz convidam Ng'endo Mukii
Quando: 11 de dezembro (terça-feira), 19h
Onde: Pátio do Goethe-Institut Salvador-Bahia (Av. Sete de Setembro, 1809, Corredor da Vitória)
Quanto: Gratuito
Classificação indicativa: Livre

 

Valor Gratuito

Encerrando mais um ano de ativismo perante a problemática racial e de gênero da sociedade brasileira, o projeto Fuxicos Futuros tem sua oitava e última edição de 2018 no dia 11 de dezembro ás 19h.

Localização  Goethe-Institut Salvador - Vitória
Av. Sete de Setembro, 1809, Corredor da Vitória
Brasil/Bahia/Salvador
40.080-002

Compartilhe:

Voltar

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 24.02.2020.392Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 4. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.317Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 3. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.192Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 2. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.001Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 1. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.154Mudança, Magary, Motumbá. C. Grande. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.126Didá & Respeita as Minas. Campo Grande. 24 Fev 2020

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

HUMOR

Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?
 

Compartilhe: