Salvador, 27 de May de 2022
Acesse aqui:                
Banner
facebookorkuttwitteremail
Exposição
Calendário de Eventos help
Mês anterior Dia anterior Próximo Dia Próximo Mês
Ver por Semana Veja Hoje Buscar
Exposição ‘O Museu de Dona Lina’
Quinta-feira 02 Dezembro 2021, 13:00 - 17:00

Acessos : 3034

Artistas soteropolitanos, baianos e nordestinos estão sendo destacados por visitantes da exposição ‘O Museu de Dona Lina’ aberta gratuitamente até 19 de dezembro (2021) no Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-Bahia), de terça a domingo, das 13h às 17h. São autores de obras modernistas e contemporâneas dialogando com obras da Arte Popular. Dentre eles, os baianos Antônio Rebouças, Calasans Neto, Chico Liberato, Juraci Dórea, Sante Scaldaferri e J. Cunha. Além de obras dos igualmente baianos Marepe, Jamison Pedra, Ieda Oliveira e Maxim Malhado. A lista continua com Ramiro Bernabó, Yedamaria, Mário Cravo Jr., Betânia Vargas e Leonel Mattos, dentre outros.

A exposição também contempla artistas que adotaram a Bahia como local de moradia e produção de arte, radicados em Salvador em gerações distintas, como Carybé, Hansen Bahia e Iuri Sarmento. Já artistas de outros estados da região Nordeste fazem suas presenças, como os nordestinos Cícero Dias, Aldemir Martins, Francisco Brennand, Vauluizo Bezerra e Vicente do Rego Monteiro. Todos esses com obras do Acervo permanente do MAM e integrantes da atual exposição. Essas obras dialogam com a Coleção de Arte Popular Lina Bo Bardi sob guarda da Diretoria de Museus do IPAC. São obras do Mestre Vitalino, Maria Pompéia, Manuel Edócio, José R., Zé Caboclo e até grandes carrancas em madeira que pesquisadores garantem ser do famoso Mestre Guarany. E todos têm em comum o nascimento no Nordeste.

“Assim como era um desejo de Lina colocar no mesmo patamar os artistas populares e eruditos, nós do MAM-Bahia prestigiamos especialmente nessa exposição artistas nordestinos, baianos e os que escolheram a Bahia para viver e produzir arte”, ressalta o gestor cultural e diretor do MAM, Pola Ribeiro.

SERTÃO, RECÔNCAVO e LITORAL Além dos artistas, Bahia/Nordeste estão presentes e são traduzidos na curadoria que criou recortes na exposição: “No espaço expositivo da Capela do MAM, propomos um resgate de sua inerente relação com o sagrado, abrigando obras com temáticas religiosas do acervo nordestino de Arte Popular”, relata o curador Daniel Rangel. Já o espaço expositivo do Casarão, segundo ele, mantém sua função de elo espacial, conectando distintas regiões da Bahia: o litoral, o Recôncavo, o interior e o sertão. Todas, sessões que traduzem as realidades dos estados nordestinos.

“São aproximações formais entre os trabalhos, independente do tempo e espaço em que foram produzidos, criando uma colcha de retalhos pictórica de uma outra possível leitura histórica com relação à produção artística brasileira, já que temos também muitos artistas de outras regiões do país, como Tarsila do Amaral, Bob Wolfenson, Marcelo Grassmann, Efrain Almeida, Oswaldo Goeldi e muitos outros”, conclui Daniel.

 

Valor Acesso Grátis

São autores de obras modernistas e contemporâneas dialogando com obras da Arte Popular. Dentre eles, os baianos Antônio Rebouças, Calasans Neto, Chico Liberato, Juraci Dórea, Sante Scaldaferri e J. Cunha.

Localização  MAM - Museu de Arte Moderna
Avenida Lafayete Coutinho - Comércio
Brasil/Bahia/Salvador
40060-060

Compartilhe:

Voltar

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 24.02.2020.464Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 4. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.261Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 3. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.176Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 2. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.037Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 1. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.244Mudança, Magary, Motumbá. C. Grande. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.053Didá & Respeita as Minas. Campo Grande. 24 Fev 2020

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • Ano sagrado de Dois Mil e Netflix_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?
 

Compartilhe: