Salvador, 21 de November de 2018
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Domingueiras CIII. Por Sergio Guerra
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Seg, 05 de Novembro de 2018 06:34

Sergio_Guerra2A montagem do ministério do presidente eleito, Jair Bolsonaro, até agora indica os seus compromissos e dívidas aos seus apoiadores, defensores e patrocinadores, como costuma acontecer nessa república brasileira, apesar de suas sistemáticas negativas de ligações políticas e de débitos com quer que seja.

Deste modo, quaisquer nomeações para além dos militares, fruto de suas paixões mal resolvidas pela ditadura e seus agentes, serão bastante elucidativas de seus compromissos e dívidas com seus aliados, como é o caso de Sérgio Moro, um dos seus mais ativos apoiadores, durante toda a campanha eleitoral, que chegou a liberar a “trechos da delação de Palocci”, literalmente na boca de urna. Está aí o pagamento do favor!

Acreditamos ser esta uma prática comum nas democracias e seus governos, entretanto para quem se diz contra o “velho sistema do toma lá, dá cá”, certas nomeações e convites logo no início do seu mandato, mais do que desmente o discurso falso de “novidadeiro”, que não deve ser mais do que mais uma mentira, agora travestida de “fake news”, nos tempos modernos. De qualquer jeito, vamos conceder o benefício da dúvida e aguardar os novos indicados, antecipadamente anunciados como se não fosse parte de um normal compromisso político como ocorre nos estados democráticos de direito.

Por outro lado, vale aguardar como os mais de 20.000 cargos de confiança política serão preenchidos, conforme propagandeado pelo então candidato a presidente, hoje eleito, exclusivamente pela competência, restando saber que medida será usada para medir tal mérito, que não a indicação política. Pois está claro que se pode até reduzir os ministérios, para tanto ao que parece serão sacrificados os sociais, ou ditos ou tidos, na tosca visão do senso comum, como de esquerda, como o do Meio Ambiente, que deve ser seguido pelo da Cultura, Esportes e os seus semelhantes. De qualquer forma, vamos aguardar os próximos passos.

Mesmo sabendo de antemão, que reduzir esta imensidão de cargos de confiança, política, diga se de passagem, é muito mais complicado, pois pressupõe se dispensar milhares de possibilidades de fácil emprego para os “aliados”, algo muito difícil, principalmente se considerarmos a necessidade do presidente eleito de aumentar sua base parlamentar posto que sua coligação elegeu pouco mais de 10% do Congresso Nacional e a adesão de uma necessária maioria, forçosamente dar-se-á com retribuição de cargos e verbas, principalmente se considerarmos as suas origens corporativas, sejam elas da Bala, da Bíblia e do Boi.

Enfim, mantendo ainda o benefício da dúvida, devemos aguardar os próximos movimentos do presidente eleito, que serão indicativos dos rumos que seu governo tomará, nestes 2 meses que nos separam da sua posse efetiva e de seus auxiliares, e que serão extremamente demorados, como diz um arguto observador, os mais longos de nossa história. Quem viver, verá!

04112018.

Sérgio Guerra.
Licenciado, Mestre e Doutor em História
Professor Adjunto da UNEB,.DCH1 Salvador.
Conselheiro Estadual de Educação - BA.
Colunista Político Semanal do Portal Mais Bahia.
Presidente do Instituto Ze Olivio IZO
Cronista do site "Memorias do Bar Quintal do Raso da Catarina".

Compartilhe:

 

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 10.11.18.046Aniversário de Helder Barbosa. 10 Nov 2018
  • 09.11.2018.078Festival Radioca. Quinca Berro D'Água. 09 Nov 2018
  • 09.11.18.016Festa Pão Com Ôvo. Casa Chariot. 09 Nov 2018
  • 08.11.18.066Jazz in a Box e Clariana. 08 Nov 2018
  • 01.11.18.33345 Anos de Ilê Aiyê. Alb 2. 1 Nov. Senzala B. Preto
  • 01.11.18.09645 Anos de Ilê Aiyê. Alb 1. 1 Nov. Senzala B. Preto

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

HUMOR

  • Impeachement_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?