Salvador, 21 de May de 2019
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Armas & estupidez. por Claudio Guedes
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Ter, 15 de Janeiro de 2019 23:38

Claudio_GuedesO mito do cowboy americano, do velho oeste, onde a lei era imposta pelos mais fortes e talentosos no uso das armas de fogo, povoa, ainda hoje, o imaginário de muitos.

Não tanto dos mais jovens, que já nasceram e cresceram na era do imenso salto tecnológico deste início do século XXI, mas da geração nascida no final dos anos 40 até os anos 60 do século passado.

Mesmo nós, filhos da época e de famílias próximas aos ideais do socialismo e ao mundo da cultura, até os nossos 10 anos, costumávamos receber de presente de Natal revólveres de aço inox, cartucheiras com espoletas e rifles de ar comprimido. Era um desejo quase universal das crianças de então.

Até mesmo, ouso afirmar - correndo risco de ser duramente contestado -, que essa adoração infantil pelo mundo das armas e dos heróis esteve presente, em muito, na opção de parte da esquerda jovem pela luta armada para combater os regimes ditatoriais que se implantaram na América Latina nos duros anos 60 e 70. Ilusão infantil.

Armas e poder. A ilusão permanece, ainda que cada vez mais confinada aos truculentos de sempre e aos ingênuos, inocentes inúteis e ignorantes de agora.

Por quê?

Porque está mais do que demonstrado, pelas sociedades que apresentaram evolução no mundo contemporâneo, que o controle das armas só ajuda a melhorar os índices de violência, roubos, assassinatos e mortes acidentais. Só imbecis não enxergam tal fato.

Mesmo por aqui, uma sociedade pouco esclarecida, com defasagens educacionais e culturais gritantes, a maioria do país já percebeu esta verdade.

Pesquisa Datafolha, divulgada na última segunda-feira, 14/01, apontou que, em dezembro, 61% dos brasileiros eram favoráveis a que a posse de arma fosse proibida no país. Em outubro do ano passado, essa parcela abarcava 55% dos entrevistados pelo instituto de pesquisa. No mesmo intervalo, os defensores da posse de arma caíram de 41% para 37%.

Nada disso, entretanto, foi capaz de demover o crença do atual presidente, um ex-militar de baixa patente, um homem despreparado e bizarro como homem público, de assinar hoje, 15/01, decreto flexibilizando a posse de armas pelos brasileiros.

A decisão do presidente Jair Bolsonaro representa uma regressão ao processo civilizatório. Aumentar a circulação de armas no país só fará aumentar a violência, só aumentará a quantidade de armas na mão de pessoas que se dedicam ao crime e que, hoje, têm algumas dificuldades para obter uma arma. Não mais terão. As fábricas de armas, indústrias da morte e da destruição, estão felizes e suas ações apresentam altas significativas.

O herói armado que se protege e protege a sua família de perigosos facínoras não passa de uma ilusão. Imagem que deveria ficar restrita ao imaginário, passado, hollywodiano. No século XXI é apenas uma estupidez. Nada mais do que uma estupidez.

Claudio Guedes [e empresário

Compartilhe:

 

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 06.03.19.051Patuskada para Exu Bouzanfrain. 06 Mar 2019
  • 05.03.19.244Carnaval no Pelô. Alb 2. 05 Mar 2019
  • 05.03.19.064Carnaval no Pelô. Alb 1. 05 Mar 2019
  • 04.03.19.193-1Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 2. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.272Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 1. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.138Mudança do Garcia. Festa Ednice. 04 Mar 2019

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • Vai prá Cuba_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?