Salvador, 07 de December de 2019
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Domingueiras CXLI. Por Sérgio Guerra
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Seg, 07 de Outubro de 2019 05:33

Sergio_Guerra2Na costumeira saída demagógica para passear de bicicleta no fim de semana, o presidente Bolsonaro perguntado por onde anda Queiroz, respondeu grosseiramente, como de costume, que ele estava na “casa de sua mãe”, “lá ele” quem perguntou, e continuou com outras diatribes que não convém repetir aqui pelo baixo nível que representa.
Deste modo, mesmo quando consegue fazer avançar suas propostas no Congresso, ainda que dependendo de promessas, no velho modelo do “é dando que se recebe”, tão criticado pelo presidente em sua campanha e afirmações boquirrotas, mas sem a qual as casas legislativas não funcionam, o presidente se embanana nas questões pessoais e familiares.

Na realidade o amplo nepotismo do presidente que carrega os filhos, eleitoralmente, um vereador, um deputado federal e um senador, ainda que com acusações de praticantes das famosas “rachadinhas”, prática de captação de recursos dos assessores para futuras campanhas eleitorais e enriquecimento ilícito, já formalmente condenada pela ALERJ, onde se encontrava até fim do ano passado o atual senador familiar. Isto sem contar os múltiplos assessores familiares do presidente & filhos, até de um casamento anterior, bem como de milicianos já condenados, que além do mais estão envolvidos em vários crimes, com funcionários fantasmas e membros das “rachadinhas”.

Por outro lado, no plano mais geral da atuação política, o presidente está sendo inquirido pelo Supremo Tribunal Federal, sobre a irresponsável acusação de que as ONGs seriam as causadoras dos incêndios da floresta porque o seu governo teria cortado verbas com que elas se mantinham e esses acontecimentos seriam para controle de populações indígenas, para exploração de mineração e mesmo para a agricultura, o que vale dizer desmatamento para criação de pastos para a pecuária extensiva de caráter predatória, já sabida por quase todos como “insustentável” o que deve ampliar as alterações que vem promovendo no clima de todo o mundo.

Assim, quando o governo afirma pretender “legalizar” essas atividades até agora proibidas por lei, sinaliza que as atividades ilegais, ao invés de serem punidas de acordo com a lei, serão autorizadas por atos do governo, o que vale dizer, como aconteceu com a multiplicação dos desmatamentos e incêndios, neste atual mandato, pois esta sinalização funciona como um aviso que o governo deverá “liberar geral” essas práticas ainda hoje proibidas por lei, porém que deverão ser mudadas para atender os interesses contrários a sobrevivência das matas e florestas que compõem os biomas das florestas amazônicas e dos cerrados.

06102019.

Sérgio Guerra
Licenciado, Mestre e Doutor em História
Professor Adjunto da UNEB,.DCH1 Salvador.
Conselheiro Estadual de Educação - BA.
Colunista Político Semanal do Portal Mais Bahia.
Presidente do Instituto Ze Olivio IZO
Cronista do site "Memorias do Bar Quintal do Raso da Catarina".

Compartilhe:

 

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 30.11.19.0225ª Marcha do Emp Crespo 30 Nov por Alberto Lima
  • 01.12.19.038Caminhada Samba. 01.Dez. Por Edgar de Souza
  • 10.11.19.107Festival Radioca.10 Nov, Por Rafael Passos
  • 28.09.19.045Rock Rural Janah e Raul. Casarão. 28 Set 2019
  • 06.03.19.063Patuskada para Exu Bouzanfrain. 06 Mar 2019
  • 05.03.19.246Carnaval no Pelô. Alb 2. 05 Mar 2019

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

Mais galerias de arte...

HUMOR

  • Vai prá Cuba_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?