Salvador, 03 de June de 2020
Acesse aqui:                
Banner
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
O fim do fim de um amor que acabou. Por Bruno D'Almeida
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Seg, 18 de Maio de 2020 03:25
Bruno_DAlmeidaO pernil ao forno com batata do jantar estava difícil de digerir. Juntos dia e noite na quarentena, as diferenças aumentaram ainda mais. No terceiro gole de vinho e dezesseis minutos de silêncio, ela olhou para sua aliança grossa na mão esquerda e decidiu falar:

- Não consigo acreditar que você receitou cloroquina para sua tia, você não é médico, ela está intubada, é um remédio que não possui eficácia comprovada.

- Olha, Isabela, nesses 20 anos soubemos respeitar as nossas diferenças de opinião...

- Não é um caso de opinião, é de comprovação científica, você está cego...

- Vai começar tudo de novo? Respeite minha opinião!

- Meu bem, discordar de você com argumentos não é te desrespeitar, já li três pesquisas sérias sobre esse medicamento e não tem comprovação efetiva, e os efeitos colaterais podem matar!

- Você viu o depoimento da ministra Damares hoje? Ela visitou uma unidade hospitar em Floriano, no Piauí, e testemunhou o milagre da cura da cloroquina e ainda teve médico que confirmou, te mandei pelo WhatsApp!

- Sandrinho, você me mandou um vídeo de uma pessoa falando, e o próprio médico depois desmentiu...

- Isso é coisa dessa imprensa mentirosa, você sabe que a Globo é golpista, você mesma sempre disso isso!

- Meu amor, o vídeo que você mandou pra mim tinha a marca do Jornal da Globo, você precisa se decidir, e ainda por cima era uma matéria falsa, foi montagem...

- Olha, Daniela, eu já tenho minha opinião formada sobre isso, não quero brigar de novo.

- Não é possível que dois ministros da saúde estejam errados pedindo demissão, até seu ídolo Sérgio Moro, que eu sempre achei um juiz parcial, saiu desse governo. Você idolatrava Moro, repassava para todo mundo os áudios vazados pela Rede Globo, deu festa no dia da prisão de Lula, agora nem mais Moro presta, a Globo não presta mais. Hoje, só hoje, foram quase mil mortos...

- Chega! E você sabe quem mandou matar o presidente Jair Messias Bolsonaro? Sabe? Foi essa cambada de ladrão que você defende!

- Meus Deus, o que tem uma coisa a ver com a outra? Você está cego. Olha, para mim já deu. Nosso casamento não tem mais razão de existir. Ou você volta a ser aquela pessoa carinhosa que eu me apaixonei, ou está tudo acabado. Escolha!

Sandrinho empurrou a cadeira, foi para o quarto, voltou com lençol e travesseiro e deitou no sofá. Já na cama, Sônia relembrou desde o namoro adolescente, a primeira viagem juntos para Itaparica, o doce de leite delicioso que experimentaram em Viçosa, os beijos ardentes atrás do Asa de Águia no carnaval em Salvador. De ver aquele homem doce e gentil se transformar num cara agressivo e com uma Taurus no armário. De seu descontrole quando ela recebeu o primeiro tapa na cara, e decidiu se calar para salvar o casamento para o marido não sofrer processo disciplinar na polícia.

As lembranças do passado-presente foram interrompidas por Sandro gritando no celular, exigindo que a atendente do hospital informasse se a tia estava viva. Sandro abriu a porta do quarto e gritou:

- Se ela morreu, foi você que torceu contra a cloroquina, a culpa é sua! Você vai ver o que sou capaz de fazer se ela morrer!

Mal Sandro saiu de casa, Isabela organizou uma mala de roupas, mas não sabia para onde ir. Tinha medo de apanhar do marido novamente ou de morrer na pandemia. Ligou para a irmã, que foi pegá-la em casa de máscara. No banco de trás, Isabela refletia que o risco de contrair Covid-19 era uma possibilidade, mas os olhos de ódio do homem que um dia amou refletiam mais que a morte do casamento,da cumplicidade, da admiração e de tudo que um dia viveu. Era uma morte em vida, uma morte de verdade.

__________________________

Bruno D'Almeida escreve crônicas literárias para a coluna O Fabuloso Cotidiano, no Mídia4P em parceria com a Carta Capital. Para conhecer outras crônicas de Bruno D'Almeida, clique aqui.

https://midia4p.cartacapital.com.br/o-fim-do-fim-de-uma-amor-que-acabou/

Compartilhe:

 

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 24.02.2020.436Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 4. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.332Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 3. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.201Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 2. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.047Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 1. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.154Mudança, Magary, Motumbá. C. Grande. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.116Didá & Respeita as Minas. Campo Grande. 24 Fev 2020

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • Lava Jato_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?