Salvador, 21 de October de 2019
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Projeto “Circulação da Música Afro-baiana 2019” chega à África
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Qua, 03 de Abril de 2019 07:37

Edital_Mobilidade.2018O projeto “Circulação da Música Afro-baiana 2019” levará o produtor cultural Uyatã Rayra e os músicos Bel da Bonita e Ravel Conceição do grupo musical Africania para África do Sul e Moçambique. A circulação internacional terá início no dia 5 de abril e retorno no dia 22 de abril de 2019.

Oriundos da cidade de Feira de Santana-BA, os integrantes pretendem estabelecer um intercâmbio entre a cultura musical da Bahia e dos países visitados. 

Serão ministradas oficinas rítmicas de Samba de Roda do Sertão e de Forró Pé-de-Serra, além de uma palestra sobre as influências do Samba nos ritmos de Forró. O cronograma contará com atividades nas cidades de Pretória (África do Sul) – 8 a 10 de abril –, e Maputo (Moçambique) – 17 a 20 de abril. As atividades ocorrerão no Centro Cultural Brasil-África do Sul e no Centro Cultural Brasil-Moçambique.

 

A programação contará ainda com a exibição do documentário “Os 8 Baixos de Bié”. Com direção de Eduarda Canto e Uyatã Rayra, o filme conta a saga de Francisco Sena – músico popular de Feira de Santana que toca sanfona de oito baixos embalado pelos batuques do samba de roda –, o qual promovia uma “JAM” de samba todas as segundas-feiras no Centro de Abastecimento de Feira de Santana, até ser proibido pela direção do Centro.

 

O projeto foi aprovado na 4ª Chamada do Edital de Mobilidade de 2018 e conta com o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda (Sefaz) e Secretaria de Cultura da Bahia (SecultBA). A iniciativa tem o apoio cultural do programa Flotar, além do apoio institucional da Embaixada do Brasil na África do Sul e Embaixada do Brasil em Maputo através dos seus Centros Culturais.

 

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br

Compartilhe:

 

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 28.09.19.020Rock Rural Janah e Raul. Casarão. 28 Set 2019
  • 06.03.19.159Patuskada para Exu Bouzanfrain. 06 Mar 2019
  • 05.03.19.195Carnaval no Pelô. Alb 2. 05 Mar 2019
  • 05.03.19.043Carnaval no Pelô. Alb 1. 05 Mar 2019
  • 04.03.19.219-1Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 2. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.228Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 1. 04 Mar 2019

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • Aves de Rapina_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?