Salvador, 21 de julho de 2019
Acesse aqui:                
Banner
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Cultura Popular e negra ganha voz em evento na UFBA
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Qui, 11 de Julho de 2019 00:36
seminario_griot_ufbaO Grupo de Pesquisa “GRIÔ: Culturas Populares, Ancestralidade Africana e Educação”, lotado na Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia, realiza nos dias 09, 10 e 11 de outubro de 2019 o III SEMINÁRIO GRIÔ: CULTURAS POPULARES, IDENTIDADES E RESISTÊNCIA, que abre espaços de socialização de pesquisas, produções culturais e iniciativas educacionais, sejam elas no campo formal e não-formal.
Entre os nomes reconhecidos nacionalmente estão Ailton Krenak, liderança indígena de Minas Gerais, e Lia de Itamaracá, mestra da cultura popular de Pernambuco.  O diferencial do evento é que para além da apresentações e debates formais, comuns a academia, haverá espaço para troca de vivências, saberes populares e oficinas, como de samba de roda, medicina natural e toque de instrumentos musicais. A incrição para mestres de saberes populares é gratuita.
As inscrições para comunicações orais, relatos de experiência, intervenções artísticas, vivências e oficinas foram prorrogadas até o dia 28 de julho de 2019.
Dialogando com a Educação Popular e o Pensamento Decolonial, que se fortalece dia a dia no Brasil e na América Latina, a proposta do Seminário Griô prioriza e destaca a presença dos mestres e mestras das culturas populares, bem como de sujeitos pertencentes às comunidades tradicionais, educadores e artistas populares numa perspectiva horizontal em relação aos pesquisadores acadêmicos, proporcionando um espaço democrático e diverso de compartilhamento e trocas de saberes, visando avanços no processo de difusão, fomento e fortalecimento dos saberes populares e tradicionais, como necessários nos processos de construção de conhecimento em todos os âmbitos, tal como na humanização da sociedade.
As dinâmicas se inspiram também nas experiências advindas das culturas populares, onde serão priorizados os círculos de discussão, rodas de conversa, vivências com mestres populares, apresentações culturais, entre outras propostas.
Convidados/as: Ailton Krenak (Liderança Indígena-MG), Lia de Itamaracá (Mestra da Cultura Popular-PE), Dona Joca (Liderança Kiombola-BA), Rosângela “Janja” Araújo (Professora da UFBA e Mestra de Capoeira), José Magnani (Antropólogo-USP), Mestre Nô (Mestre de Capoeira-BA)
Serviço
O que: III SEMINÁRIO GRIÔ: CULTURAS POPULARES, IDENTIDADES E RESISTÊNCIA
Quando: 09, 10 e 11 de outubro de 2019
DATA LIMITE DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS: 28 de julho de 2019
Onde: Faculdade de Educação/Escola de Dança - Universidade Federal da Bahia – Salvador (BA)
Contato: Daniele Rodrigues 71 994044176

Compartilhe:

 

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 06.03.19.043Patuskada para Exu Bouzanfrain. 06 Mar 2019
  • 05.03.19.158Carnaval no Pelô. Alb 2. 05 Mar 2019
  • 05.03.19.078Carnaval no Pelô. Alb 1. 05 Mar 2019
  • 04.03.19.262-1Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 2. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.280Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 1. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.151Mudança do Garcia. Festa Ednice. 04 Mar 2019

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

HUMOR

  • Golpe_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?