Salvador, 07 de March de 2021
Acesse aqui:                
Banner
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
“Pagando Patos”: assim caminha o brasileiro. Confira o novo single da cantora baiana Karol Freitas
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Sex, 19 de Fevereiro de 2021 14:36

Karol_FreitasNesta sexta (19), a cantora Karol Freitas retorna de um hiato de dois anos e lança a canção “Pagando Patos”. A música, já disponível em todas as plataformas digitais, faz uma crítica social à vida nas cidades brasileiras, em que o trabalhador, mesmo com todas as dificuldades, acaba “pagando o pato”, seja através de altos impostos, pela violência que lhe é imposta ou por políticas públicas deficitárias.

 

Como muitos artistas, Karol Freitas saiu do interior da Bahia, mais exatamente de Feira de Santana, para estudar na capital, em Salvador, onde passou oito anos. Apesar de todas as belas paisagens e vivências culturais, Karol também se deparou com outras realidades, amadureceu e passou a ter noção das desigualdades que lhe cercavam, infelizmente comuns à maior parte do país.

Presenciando violências em todos os sentidos, compreendeu que os problemas sociais, a desigualdade de gênero e raça estão por todos os lugares, e são os menos abastados – em sua maioria pretas, pretos e pobres – aqueles que “pagam o pato”, principalmente em um momento de pandemia, pelo qual passamos.

E foi esta a inspiração para compor a canção, em coautoria com o multinstrumentista Felipe Guedes. “Acredito que ‘Pagando Patos’ mostra não só a minha, mas a indignação de outras pessoas que estão simplesmente esgotadas: de trabalhar, e não ver um retorno; de se deparar com o (des) governo em que vivemos; de ver tanta gente morrendo nos noticiários – gente que agora está a cada dia mais perto de nós, já que aqueles rostos dos jornais passaram a ter nomes próximos e conhecidos. E pior é ver que tanta gente também banaliza a pandemia e continua vivendo por aí, sem máscara, em festas, como se tudo estivesse normal, sem qualquer cuidado com a saúde do outro. E a violência doméstica e urbana, então, são outros pontos alarmantes à parte”, desabafa Karol.

Pagando patos.jpg

O single foi gravado no Gato Preto Estúdio, em Feira de Santana, e quem assina a direção musical é Dinho Filho. A capa, elaborada pelo artista visual Don Guto, traz uma nota de R$ 200,00 (duzentos reais) com um pato substituindo o novato e polêmico Lobo-Guará, além de cruzes, que representam diversas vidas perdidas: sejam elas na pandemia, de mulheres em situação de violência doméstica, em chacinas ou no genocídio institucionalizado do povo preto.

A feirense, que consegue transformar até sua indignação em samba, tem a canção como sua primeira parceria com o selo Siri Music. E, embora deixe evidente que também está cansada de “pagar o pato”, a letra da artista e a própria arte da capa expõem, através do “Senhor do Bonfim”, a força e a fé que o povo baiano tem de que as coisas vão melhorar e que um futuro melhor há de vir.

DSC_9239.jpg

Foto: Nathália Miranda

A música pode ser conferida através deste link, que direciona a diversas plataformas digitais:

https://orcd.co/qn8jkre

 Ou acompanhe também pelo YouTube:

Pagando Patos - Karol Freitas

Compartilhe:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 24.02.2020.427Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 4. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.242Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 3. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.152Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 2. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.041Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 1. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.174Mudança, Magary, Motumbá. C. Grande. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.018Didá & Respeita as Minas. Campo Grande. 24 Fev 2020

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • Impeachement_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?