Salvador, 21 de October de 2018
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Bem ou mal,mas, falando dele. or Zuggi Almeida
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Dom, 07 de Outubro de 2018 05:16

Zuggi_AlmeidaO candidato Bolsonaro vem utilizando técnicas de ampliação da divulgação da sua imagem política bem eficazes para essa campanha eleitoral. Como uma espécie de Geni da política nacional - com o devido respeito merecido à obra do Chico Buarque -, Jair Messias conseguiu transformar o seu personagem num fenômeno midiático das eleições de época.
O pouco tempo de exibição do seu programa eleitoral foi contemplado pelo acaso (!) com uma facada providencial. Ele usou o incidente para ampliar o repertório do circo de horrores da campanha alimentado -se de fatos escatológicos promovidos pelos próprio e seus seguidores leais. De tabela, se viu livre dos debates eleitorais.
Jair Bolsonaro apropria-se das técnicas do marketing político nazista do século passado ocupando o oco político provocado pela mídia atual e difunde a imagem do anti-candidato ou o "sem defeitos".

Político tradicional que frequenta os corredores de Brasília há mais de três décadas, Bolsonaro herda todos os vícios e defeitos de um parlamentar qualquer, mas, foi ungido com as tintas do salvador da pátria. Aquele capaz de arrefecer a desesperança promovida pela grande imprensa.
A figura do mito e do alter - ego estão em conluio desde que os tratados de Psicologia decidiram interpretar o comportamento racional.
Por acaso, alguém poderia saberia da existência de um general Mourão que usa a boca com mais eficiência do que uma descarga Lorenzetti ? Jamais !
Onde pode-se conceber que um candidato à presidência da República mandou fazer uma cópia não autorizada do cofre bancário da própria companheira?

O eleitor do Bolsonaro não é orgânico, não está fundamentado numa ideologia política de legitimação de conceitos, princípios e diretrizes. Ele é uma espécie de personal vote, onde objetiva atender os interesses pessoais em detrimento do coletivo.

Observa-se que as falas sinalizadas pelo candidato sempre estão precedidas do radical distinto 'eu vou...'.,mas, egocêntrico impossível!
A opção de voto pelo capitão reformado está impulsionada pelo instinto, tipo, o modelo que surge no mercado automobilístico e torna-se um fenômeno de vendas sem antes comprovar desempenho, consumo, funcionalidade e durabilidade.

Detalhe: o mercado eleitoral jamais aceitou devolução.

Como uma grife de moda, Jair Messias Bolsonaro vem sendo adquirido pelos consumidores mesmo sendo negros, mulheres nordestinos, gays , alguns dos diversos tipos que o psolista abomina ; pouca importa o valor, basta ter um Bolsonaro para expor na garagem de casa.

Essa classe média não toma jeito, mesmo.

Pouco importa que Jair Bolsonaro ao longo de todo tempo dessa campanha não tenha apresentado um programa de governo.

Importa ao seu eleitor saber que o deputado aplica e muito bem, o dinheiro do auxílio-moradia parlamentar para pagar os programas eróticos dele.

Quem haverá de falar mal sobre isso?

Os comunistas! Só petralhas safados são capazes de tamanhas mentiras.

Compartilhe:

 

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 18.0.2018.009Discotecagem Dj Gug. Lebowski. 18 Ago 2018
  • 18.8.18.042Despedida de Zimba Selector. Red. 18 Ago 2018
  • 18.08.18.023Salsa Bahia. Boteco 68. 18 Agosto 2018
  • 10.08.2018.060Grupo Botequim. Patio Igreja. 10 Ago 2018
  • 10.08.18.065Maracatu Ventos de Ouro. Casa Preta. 10 Ago 2018
  • 10.8.18.008Bruna Barreto e Conv.. Lebowsky. 10 Ago 2018

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • A Justiça brasileira_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?