Salvador, 25 de February de 2024
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Samba do Alvorada marca noite no circuito Osmar
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Sáb, 10 de Fevereiro de 2024 21:33

Bloco_Alvorada_Mirtes_FernandaAssociados, artistas e pipoca em sintonia do início ao final do percurso no circuito Osmar. Assim, o bloco Alvorada, o pioneiro da Sexta-feira de Carnaval mostrou mais uma vez que, quando o assunto é samba, se firma como a melhor opção para quem não abre mão do gênero para curtir o Carnaval.

Nem precisou chegar no ponto de partida do percurso. Por volta das 21h, ainda na

concentração, depois da saudação com clarins, a festa já tinha começado com a ala de canto– formada por Tiago Dantas (Representa), Valdélio França, Marco Poca Olho, Romilson (Partido Popular), Bira (Negros de Fé) e Arnaldo Rafael (Samba de Cozinha) –, os grupos Vou Pro Sereno (Rio de Janeiro), Burungundun, e Movimento, além dos convidados Aloísio Menezes, Rogério Lima e Roberto Mendes.

 

Até o galo, símbolo do bloco, entrou no tema “O Encanto do Samba Junino no Carnaval de Salvador” que o Alvorada escolheu para o desfile deste ano, com chapéu de palha e traje junino que também foi marca na roupa da ala das baianas. A camisa assinada pelo artista plástico Antônio dos Santos, mais conhecido como Júnior Pakapym, deixou a Avenida colorida.

“Fizemos um desfile impecável. O associado– que é a verdadeira atração–, a equipe que trabalha no bloco, as pessoas que ficam do lado de fora da corda. Todo mundo colaborou e fez o nosso desfile ser desse jeito. Aqui o samba é regra, não exceção. Estamos felizes com o resultado“, disse o presidente do Alvorada, Vadinho França, rumo aos 50 anos da agremiação em 2025. O Carnaval do Alvorada é patrocinado pelo Governo do Estado da Bahia, através do Programa Ouro Negro e pela Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás).

O bloco permaneceu inteiro até o final do percurso. Artistas e associados esperaram até o ponto inicial, em frente ao Wish Hotel da Bahia, para encerrar a festa ainda sacodindo o lencinho que é um dos momentos mais esperados pelo folião. “Não tem como sair em outro bloco. O Alvorada é uma extensão da família. Você pode comprar só sua fantasia e não vai ficar sozinha. Todo mundo se conhece, nem que seja aquela pessoa que você só encontra aqui. Sem contar os artistas e o repertório respeitando o samba tradicional e que agrada pessoas de todas as idades. É só gostar de samba”, contou Célia Moreira, que desfila no bloco há 30 anos. “Fiz uma viagem no túnel do tempo. Quem tem história, tem história. Meus parabéns. O Alvorada é diferenciado, não tem jeito. Tem que tirar o chapéu”, declara Almir Ferreira, conhecido Almir do Apache.

Samba Junino

Derivado do samba de caboclo – feito com atabaques dos ritos afro-religiosos –, o movimento do samba junino tem origem nas festas de terreiros em bairros como Engenho Velho de Brotas, Garcia, Tororó, Federação, fenômeno que, com o tempo, acabou se espalhando pela cidade. O surgimento data da década de 70, no Engenho Velho de Brotas, berço do samba duro junino, no Terreiro de Jagum, mas atualmente conta com representantes em diversos bairros da capital baiana. A característica principal do subgênero do samba é batida mais acelerada e forte do timbal, marcação e tamborim que são seus instrumentos básicos.

Histórico

Criado em 1975, por jovens estudantes do Colégio Severino Vieira, o bloco é um dos patrimônios culturais da Bahia e o mais antigo bloco de samba a desfilar no Carnaval de Salvador. Como o primeiro bloco exclusivo de samba, tem contribuído para a permanência do ritmo na programação da folia, além de estimular o surgimento de outras agremiações e priorizar os artistas da terra. Alguns dos fundadores são filhos de Valdomiro  França, que liderou o Vai Levando, que chegou a reunir quase 5 mil homens nas décadas de 1950 e 1960. Entre os filhos do famoso França está Valter Aragão França, o Mestre Prego, falecido em 2010 e um dos responsáveis pela percussão do Alvorada, ao lado de Mestre Jacob e o Mestre Neguinho do Samba, que anos depois criaria o ritmo samba reggae, fundamental para a música contemporânea da Bahia. Em paralelo ao trabalho no período festivo, o Alvorada desenvolve ações sociais no bairro do Gravatá, onde está sua sede, como capacitação de jovens por meio de projetos.

Twitter: @alvoradabloco  Youtube: AlvoradaSamba Facebook e Instagram: Bloco Alvorada

Compartilhe:

Última atualização em Dom, 11 de Fevereiro de 2024 21:40
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • mariofoto1_MSF20240207-119Lavagem Funceb. 08.02.24. Alb 2. Foto: Mário Sérgio
  • mariofoto1_MSF20240207-012Lavagem Funceb. 08.02.24. Alb 1. Foto: Mário Sérgio
  • mariofoto1_MSF20240203-020Fuzuê Alb 1. 03.02.2024. Fotos: Mário Sérgio
  • mariofoto1_MSF20240203-146Fuzuê Alb 2. 03.02.2024. Fotos: Mário Sérgio
  • mariofoto1_MSF20240203-285Fuzuê Alb 3. 03.02.2024. Fotos: Mário Sérgio
  • mariofoto1_MSF20240203-380Fuzuê Alb 4. 03.02.2024. Fotos: Mário Sérgio
  • mariofoto1_MSF20240112-0873Beleza Negra do ilê. Alb 1. 13.01.24 By Mario Sérgio
  • mariofoto1_MSF20240112-1035Beleza Negra do ilê. Alb 2. 13.01.24. By Mário Sérgio
  • mariofoto1_MSF20240112-1337Beleza Negra do Ilê. Alb 3. 13.01.24 By Mário Sérgio
  • mariofoto1_MSF20240112-1612Beleza Negra do Ilê. Alb 4. 13.01.24 By Mário Sérgio

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

Mais galerias de arte...

HUMOR

  • Abertura das Olimpiadas_1
  • Categoria: Charges
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?