Salvador, 12 de November de 2019
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Teatro
Calendário de Eventos help
Weekly View
Ver por Semana
Daily View
Veja Hoje
Categories
Ver por Categorias
Search
Buscar
Sonho de uma noite de verão na Bahia com João Falcão e Coletivo 4
Domingo 21 Abril 2019, 19:00

Acessos : 1326

O dramaturgo e diretor João Falcão (Gabriela/Gonzagão – a lenda) estreia nacionalmente em Salvador o musical Sonho de uma noite de verão na Bahia, no Teatro Gregório de Mattos, dia 29 de março, às 19 horas. A curta temporada segue até dia 28 de abril, de quinta a domingo, às 19 horas, e com cinco sessões vespertinas, às 16 horas. A montagem é o primeiro resultado da Fábrica de Musicais – edital da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura Municipal de Salvador, que contemplou o Coletivo 4.

Em primeira mão, o público baiano confere uma versão inédita para a centenária comédia de William Shakespeare que traz sucessos da axé music, adaptada por Falcão, a partir do livro Sonho de uma noite de verão, de Adriana Falcão. No enredo, os reis Titânia e Oberon (Ana Mametto/ Rafael Medrado), o debochado duende Puck (Jarbas Oliver) e quatro fadas (Igor Epifânio, Lara Böker, Rafa Souza e Yanna Vaz) partem do Olimpo em direção à Terra, para investigar se gente realmente existe, e desembarcam em pleno Carnaval de Salvador, quando conhecem Teseu (Luiz Pepeu), político e empresário do entretenimento, noivo de Hipólita (Marília Castro), uma jovem falida financeiramente, Hérmia (Viviane Pitaya), cantora de axé, que rejeita as investidas do candidato a deputado Demétrio (Alexandre Moreira), e planeja fugir com Lisandro (Ana Barroso), jovem herdeiro de uma fortuna, por quem Helena (Fernanda Beltrão) está enamorada.

Na tentativa de compreender o comportamento caótico dos mortais, os seres mágicos acabam se contagiando com a folia e dão inicio a uma série de confusões de encontros amorosos e paixões desencontradas. Completam o elenco: Daniel Farias (William Shakespeare), Fernanda Paquelet (Dona Biu) e Genário Neto (Bobina). “A peça inteira é permeada por diversos tipos de amor, tem muita magia e brincadeira com os conceitos de sonho, imaginação e realidade”, explica Falcão. Assim como na maioria de suas obras, em seu quadragésimo quinto espetáculo, em quase 40 anos de profícua carreira artística, ele traz elementos da cultura nordestina sem caricatura. “Na peça a Bahia está absolutamente presente nos personagens, no ritmo e na trama”, conta o diretor.

A baianidade marca presença no Sonho de uma noite de verão na Bahia principalmente através da trilha sonora composta por mais de 20 clássicos da axé music, samba reggae, ijexá, pagode e outros gêneros. No repertório figuram canções imortalizadas nas vozes de Caetano Veloso, Carlinhos Brown, Daniela Mercury, Gilberto Gil, Ivete Sangalo, Margareth Menezes, Ricardo Chaves dentre tantos outros artistas. O elenco é acompanhado pelos multi-instrumentistas Carlos Boca, Chocoshow Yuri, Citnes Dias, Felipe Guedes e Nino Bezerra. A direção musical é assinada por Yacoce Simões, arranjador e maestro com trinta anos de experiência.

O encenador e a Bahia

Inicialmente, Falcão voltaria para o Rio de Janeiro no final de outubro, após ministrar a oficina Jogos de Criar, na Fábrica de Musicais. Entretanto, segundo ele, foi tão bem acolhido pela cidade que decidiu estender sua estada na soterópolis. Assim, durante sua temporada, aproveitou para entender melhor a riqueza dos costumes e tradições locais. A relação dele com Salvador vem de longa data, no final da década de 1990, dirigiu a peça infanto-juvenil A ver estrelas com elenco local na reinauguração do Espaço X (atual Xisto), e sempre faz questão de inserir a capital baiana nas turnês de seus espetáculos. É também dele a encenação da peça A máquina, que projetou nacionalmente Wagner Moura, Vladimir Brichta e Lázaro Ramos.

Para Fernando Guerreiro, presidente da Fundação Gregório de Mattos, Falcão é uma referência como encenador. “Criatividade e acabamento técnico se unem na criação de projetos originais e profundamente ligados a nossa identidade cultural. Excelente escolha do Coletivo 4.”, afirma. Natural de Recife, Falcão estreou no teatro como ator e músico, na capital pernambucana, com Morte e vida severina. Aos 21 anos, fez um rebuliço na cidade com o musical Muito pelo contrário – sua estreia como diretor, escritor e compositor de um mesma montagem. Seus principais trabalhos no teatro são: A ver estrelas, Mamãe não pode saber, O burguês ridículo (Prêmio Sharp de Melhor Espetáculo), A dona da história com Marieta Severo e Andréa Beltrão, Uma noite na lua com Marco Nanini (prêmios Shell e Sharp por texto e direção), Quem tem medo de Virgínia Woolf, Dhrama, Clandestinos (prêmio APTR de melhor texto e o Qualidade Brasil de melhor direção teatral de comédia), Gonzagão – a lenda (Prêmio Shell de Música; Prêmio Qualidade Brasil de Melhor Espetáculo; e Prêmio Bibi Ferreira de Melhor Musical Brasileiro, direção, figurino e direção musical, dentre outros), Ópera do Malandro, Gabriela – um musical (diversos prêmios, dentre eles: APCA de Diretor e Bibi Ferreira de Melhor Musical Brasileiro). Seu mais recente trabalho é a remontagem de A Dona da História com Luana Martau e Ângela Dippe. Na publicidade, dirigiu mais de mil filmes. Ele já teve peças traduzidas para o inglês, francês, espanhol, alemão e hebraico.

Congregação artística

Há 10 anos na estrada, o Coletivo 4 investe no espetáculo musical pelo desafio de juntar canto, dança e artes cênicas. Pela primeira vez trabalhando com Falcão, a atriz e produtora do grupo, Marília Castro, conta que a experiência tem sido enriquecedora para todos e bem diferente das anteriores, pois o texto dele acompanha a métrica da canção, o que faz da montagem uma unidade harmoniosa.

Com o intuito de potencializar as artes cênicas, o grupo formado por 13 artistas, fundou, em 2016, sua sede própria no Forte do Barbalho, o Galpão Wilson Melo, onde mantém estudos artísticos, produz e apresenta espetáculos. Além de promover projetos de integração entre profissionais e formação de plateia em Salvador. No repertório do grupo consta Na coxia – o musical, João do pé de feijão, Noite do pijama e Quem vai é o coelho! (indicado ao Prêmio Braskem 2018 na categoria infanto-juvenil). Compõem o coletivo: Alexandre Moreira, Angelo Rafael, Carlos Eduardo Santos, Cibele Marina, Diogo Lopes Filho, Fernanda Beltrão, Fernanda Paquelet, Igor Epifânio, Jarbas Oliver, Lorena Vinhas, Luiz Pepeu, Marília Castro e Roberto Montenegro.

A Fábrica de Musicais

A iniciativa da Fundação Gregório de Mattos, realizada pelo Coletivo 4 em parceria com MaquinaMaquina Produções Artísticas, tem como objetivo promover o intercâmbio entre os profissionais locais com de outras regiões do país para fomentar a estética desse gênero de espetáculo. Na avaliação de Guerreiro, a primeira fase da Fábrica de Musicais foi muito produtiva. “O Coletivo 4 apresentou um excelente projeto e está executando os objetivos de forma correta e profissional. A repercussão foi excelente e a comunidade artística e técnica se mobilizou para participar de encontros, palestras e oficinas”, afirma.

De outubro a dezembro de 2018, a Fábrica de Musicais realizou 104 horas de atividades de formação profissional, reuniu 765 participantes, em três mesas-redondas, três laboratórios interativos e seis oficinas que contaram com a expertise de 34 artistas e técnicos, dentre eles, Adriana Falcão, Laila Garin e Márcio Meirelles. Após essa maratona, foram selecionados oito profissionais, entre veteranos e em início de carreira, para se juntar ao elenco do Coletivo 4 e ao ator convidado Rafael Medrado.

A equipe artística do Sonho de uma noite de verão na Bahia conta também com o coreógrafo Roberto Montenegro (Rei Leão, da Walt Disney Theatrical), o iluminador Cesar de Ramires (vencedor dos prêmios Bibi Ferreira e Musical Cast pelo desenho de luz do espetáculo Gabriela – um musical), os figurinos de Falcão assinados em parceria de Karina Sato (no currículo trabalhos no Brasil e Japão). E ainda o aderecista Dominique Faislon (Traga-me a cabeça de Lima Barreto), a designer de som Andrea Zeni (mais de 400 espetáculos teatrais e shows em 37 anos de carreira), o visagista Thiago Romero (artista premiado que transita por diferentes funções do ofício teatral) e a dupla de preparadores vocais Angelo Rafael e Carlos Eduardo Royal (maestro titular da Orquestra de Câmara de Salvador, doutor em Regência Orquestral pela UFBA, e preparador vocal do Coral Ecumênico da Bahia respectivamente).

Serviço:

Sonho de uma noite de verão na Bahia, um musical de João Falcão.

Local: Teatro Gregório de Mattos (Praça Castro Alves s/n – Centro, Salvador/Ba)

Estreia no dia 29/03 para imprensa e convidados.

Curta temporada: 29/03 a 28/04 (quinta a domingo), às 19h.

Sessões vespertinas: 30/03, 06/04, 13/04, 20/04 (sábado) e 28/04 (domingo) – às 16h.

Ingressos: R$ 40 (inteira), R$ 20 (meia-entrada) mediante apresentação de documento oficial com foto.

Vendas: www.sympla.com.br/sonhonabahia

A bilheteria funciona nos dias de espetáculo duas horas antes da apresentação. Telefone: (71) 3202-7888

Classificação indicativa: livre

Capacidade: 186 lugares (2 para cadeirantes – acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais)

Realização: Prefeitura de Salvador e Coletivo 4 em parceria com a MaquinaMaquina Produções Artísticas.


O crédito das imagens é de Sora Maia.

Contato   (71) 3202-7888

Valor R$ 40 (inteira), R$ 20 (meia-entrada) mediante apresentação de documento oficial com foto. Vendas: www.sympla.com.br/sonhonabahia

Em primeira mão, o público baiano confere uma versão inédita para a centenária comédia de William Shakespeare que traz sucessos da axé music, adaptada por Falcão, a partir do livro Sonho de uma noite de verão, de Adriana Falcão.

Localização  Teatro Gregório de Mattos - Praça Castro Alves
Praça Castro Alves, Salvador
Brasil/Bahia/Salvador
40020-160

Compartilhe:

Voltar

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 28.09.19.008Rock Rural Janah e Raul. Casarão. 28 Set 2019
  • 06.03.19.141Patuskada para Exu Bouzanfrain. 06 Mar 2019
  • 05.03.19.161Carnaval no Pelô. Alb 2. 05 Mar 2019
  • 05.03.19.052Carnaval no Pelô. Alb 1. 05 Mar 2019
  • 04.03.19.281-1Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 2. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.306Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 1. 04 Mar 2019

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

Mais galerias de arte...

HUMOR

  • Ano sagrado de Dois Mil e Netflix_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?
 

Compartilhe: