Salvador, 16 de julho de 2019
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Os vivaldinos. Por Claudio Guedes
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Sex, 03 de Maio de 2019 13:31

Claudio_GuedesBolsonaro, o tosco, anda dizendo que teremos problemas nos preços dos combustíveis por causa da Venezuela.

É uma forma vulgar de dar um salvo conduto à Petrobras para que esta continue sua política de super-lucratividade pela manipulação do preço dos produtos derivados do petróleo.

Bolsonaro é primário, mas não é burro. Ele sabe que a política de liberdade total à Petrobras, que é praticamente monopolista no refino e têm posição hegemônica na produção, é um problema sério e vai "travar" o país, que é extremamente dependente de diesel, gasolina e querosene de aviação para sair da estagnação econômica.

O transportadores independentes rodoviários estão em situação crítica, quem depende de carro para trabalhar tem os custos crescentes e a aviação está em situação muito difícil, com companhias aéreas quebrando e as que estão operando o fazem com tarifas cada vez mais altas o que vai, inevitavelmente, provocar uma crise na demanda. A aviação executiva e a pequena aviação a gasolina estão regredindo a passos largos.

Jogar a culpa na Venezuela é uma saída de curtíssimo efeito. Porque não possui aderência à realidade. Coisa de vivaldino. O impacto da crise da Venezuela na indústria global do petróleo já foi absorvido há dois ou três anos.

O problema dos liberais brasileiros, que hoje comandam a Petrobras, é que eles, maiores responsáveis pela brutal desigualdade social que impede o país crescer de forma sustentável, acham que o país é rico. O que não é verdade. Eles são ricos e são minoria. Algum dia vão enxergar essa realidade? Difícil.

Claudio Guedes é empresário


Bolsonaro, o tosco, anda dizendo que teremos problemas nos preços dos combustíveis por causa da Venezuela.

É uma forma vulgar de dar um salvo conduto à Petrobras para que esta continue sua política de super-lucratividade pela manipulação do preço dos produtos derivados do petróleo.

Bolsonaro é primário, mas não é burro. Ele sabe que a política de liberdade total à Petrobras, que é praticamente monopolista no refino e têm posição hegemônica na produção, é um problema sério e vai "travar" o país, que é extremamente dependente de diesel, gasolina e querosene de aviação para sair da estagnação econômica.

O transportadores independentes rodoviários estão em situação crítica, quem depende de carro para trabalhar tem os custos crescentes e a aviação está em situação muito difícil, com companhias aéreas quebrando e as que estão operando o fazem com tarifas cada vez mais altas o que vai, inevitavelmente, provocar uma crise na demanda. A aviação executiva e a pequena aviação a gasolina estão regredindo a passos largos.

Jogar a culpa na Venezuela é uma saída de curtíssimo efeito. Porque não possui aderência à realidade. Coisa de vivaldino. O impacto da crise da Venezuela na indústria global do petróleo já foi absorvido há dois ou três anos.

O problema dos liberais brasileiros, que hoje comandam a Petrobras, é que eles, maiores responsáveis pela brutal desigualdade social que impede o país crescer de forma sustentável, acham que o país é rico. O que não é verdade. Eles são ricos e são minoria. Algum dia vão enxergar essa realidade? Difícil.


Compartilhe:

 

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 06.03.19.163Patuskada para Exu Bouzanfrain. 06 Mar 2019
  • 05.03.19.154Carnaval no Pelô. Alb 2. 05 Mar 2019
  • 05.03.19.075Carnaval no Pelô. Alb 1. 05 Mar 2019
  • 04.03.19.289-1Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 2. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.284Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 1. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.181Mudança do Garcia. Festa Ednice. 04 Mar 2019

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • A Justiça brasileira_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?