Salvador, 20 de September de 2020
Acesse aqui:                
Banner
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Fulanos, Beltranos e Sicranos Por Zuggi Almeida
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Ter, 25 de Agosto de 2020 09:59

Zuggi_AlmeidaA expressão fúlan é de origem árabe e significa o tal. A palavra foi incorporada a língua ibérica e castelhana sendo usada quando refere-se a uma pessoa indeterminada. Beltrano deriva dos nomes Beltrão ou Bertrand de origem francesa. Sicrano tem a origem desconhecida. No Brasil, os Fulanos, Beltranos e Sicranos estão por todos os lados. No entanto, o Fulano de Tal é o invisível social sem identidade e muito menos reconhecimento de cidadania. Eles estão configurados nos mais de 11,3 milhões de brasileiros com mais de 15 anos de idade e analfabetos.
Digo, analfabetos considerados aqueles que não conseguem ler uma frase, fazer uma conta ou assinar o próprio nome. Existem, porém os analfabetos funcionais que embora sejam capazes de executar essas ações rudimentares não conseguem ler e dar o sentido a frase ou compreender uma receita de bolo caseiro.
Capacidade cognitiva, isso, cognitiva.
Ela está contida nas habilidades de pensamento, de abstração, de raciocínio, de memória, de linguagem, de capacidade de resolução de problemas e até mesmo de criatividade. O desenvolvimento dessa inteligência cognitiva se faz com um constante e crescente processo de aprendizado.
Onde dar início à essa capacitação ? Na escola, ora!
Os fulanos,beltranos e sicranos passam distante da sala, da cadeira, da lousa e do ser humano disposto a abrir as portas para o conhecimento. Denominamos esses abnegados de professor ou professora.
Fulano não tem a culpa. Beltrano e Sicrano são vítimas.
A prática do crime está na omissão institucional. Na obrigação do Estado de promover a educação básica que possibilite a construção das bases para cidadania plena.
Fulanos, Beltranos e Sicranos geralmente estão destituídos do registro em cartório da certidão do nascimento, portanto, desconhecem a origem da paternidade.
Outro dia encontrei com um Fulano que fez o relato seguinte:

“ Olha, moço! Eu nunca comemorei o meu aniversário porque não sei que dia eu  nasci. Também, não sei muito certo a minha idade. Acho que tenho mais de 25 e menos de 35 anos. Minha disse que eu fui o primeiro a nascer dos meus irmãos. Ela disse que quando pariu tinha menos de 15 anos.
Uma noite quando ela voltou do posto de gasolina – ela trabalhava de biscate lá, sabe?- eu perguntei quem era o meu pai e ela disse que ele tinha levado uma carga lá pro Amazonas. Acho que é por isso que às vezes sonho que estou viajando.”
Beltranos e Sicranos são impossibilitados de sonhar. Navegam sem bússolas como párias sociais no mar das adversidades.
O mundo moderno convive com 750 milhões de pessoas analfabetas que estão à margem da sociedade. O Brasil possui uma taxa de 3,9% de analfabetos de cor branca com mais de 15 anos. Quando as estatísticas referem-se à população negra na mesma faixa, crescem para 9,1%. As pessoas analfabetas brasileiras com mais de 60 anos são 10,3% entre os brancos e 27,3% para negras. Isso equivale ao triplo de analfabetos entre os  idosos negros.
A personificação do Fulano está num comportamento racista de negação do nome da pessoa ao outro. Pessoas negras em atividades de serviços básicos como portarias, entregas de correspondências, encomendas, garis ou cobradores de ônibus são tratadas como Fulanos, Beltranos ou Sicranos.
Considero esses indivíduos como essenciais que tornam-se invisíveis. A sociedade exige a presença, mas nega a pessoa.
Fulanos, Beltranos e Sicranos são os filhos bastardos do Estado.
A família dos Fulanos tem  cor. Ela é negra.

A hipocrisia social encarregou-se em dar o sobrenome de Tal.

Zuggi Almeida é baiano, escritor e roteirista.

Compartilhe:

 

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 24.02.2020.418Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 4. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.332Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 3. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.201Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 2. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.076Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 1. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.203Mudança, Magary, Motumbá. C. Grande. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.090Didá & Respeita as Minas. Campo Grande. 24 Fev 2020

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • Impeachement_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?