Salvador, 22 de March de 2019
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Goethe-Institut inaugura exposição inspirada na Revolta dos Búzios
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Ter, 12 de Março de 2019 18:39

Leonardo_francaNo dia 20 de março, às 19h30, a exposição “Kaurís” será aberta na Galeria do Goethe-Institut Salvador. A partir da Revolta dos Búzios – movimento emancipatório e abolicionista na Bahia no século XVIII –, a proposta da mostra é investigar os búzios como metáfora e estratégia de resistência e de libertação. Com curadoria de Tiago Sant’Ana, estarão reunidas obras em diversas linguagens, como fotografia, pintura, objeto e vídeo, realizadas pelos artistas Antônio Obá, Emo de Medeiros, J. Cunha, Leonardo França, Nádia Taquary e Shai Andrade. A entrada é gratuita e a classificação indicativa é de 14 anos.

Os búzios foram usados na Revolta como forma de identificar as pessoas participantes do movimento. Nos trabalhos apresentados, os artistas investigam os búzios em diferentes contextos sociais, políticos e religiosos. “Além do contexto histórico da Revolta, os búzios têm uma posição muito importante para as religiões afro-brasileiras. Eles compõem um oráculo. A consulta aos búzios é um saber ancestral, mas também, pela natureza oracular, os búzios contribuem para lançar olhar para o futuro. A exposição é também sobre essa relação entre tempos que se cruzam através do ideal de resistência político e estético”, comenta o curador Tiago Sant’Ana.

Uma das obras que estarão na exposição é “IFÁ”, de Leonardo França, vídeo que contextualiza uma conversa entre o diretor e o pai de santo Obarayi, líder do Ilê Axé Opô Aganju. Há uma consulta a Ifá, entidade representada pelo jogo de búzios, construindo uma narrativa que joga com os formatos de ficção e documentário. Já J. Cunha, conhecido pela criação de icônicas identidades visuais do bloco Ilê Aiyê e por sua contribuição para a arte afro-brasileira, expõe gravuras que remontam à história da Revolta dos Búzios, além de duas pinturas da década de 1980.

“Kaurís” inicia um programa de quatro exposições a serem promovidas pelo Goethe-Institut Salvador em 2019, com organização do artista visual e curador baiano Tiago Sant’Ana, com objetivo de relacionar a produção de artistas e poéticas locais com estrangeiros residentes do seu Programa de Residência Artística Vila Sul – como é o caso do artista visual Emo de Medeiros, do Benim, cuja presença na capital baiana se dá como bolsista da Associação Cultural Videobrasil.

Videoperformance TIIT – Logo após a abertura da mostra, Emo de Medeiros apresentará, às 21h30, no Teatro do Goethe-Institut, a videoperformance “TIIT” (que significa “vida” em Sumério), em que assina imagens e música, em parceria com Maxime Pere. O trabalho, que é uma celebração dos espíritos sagrados e do imaterial e digital, faz parte do projeto “IKE” (“energia” em Igbo), idealizado pela dupla. A base está na noção de movimento, englobando vibração, ritmo, luz como frequência, ondas do mar, a imagem que se move, contrapontos sinestésicos, e também a ideia de movimentos políticos de resistência, travando uma guerra estética contra a desumanização. A criação parte do ponto de vista do Sul Global, entendido como um espaço cultural e simbólico não etnocêntrico. Este novo espaço funde, entre outros elementos, o aspecto revolucionário da revolução digital, a cultura trans-africana, a importância do coletivo e a noção de comunhão, especialmente através da arte – e da sua manifestação corporal, a dança.

Sobre o Goethe-Institut Salvador-Bahia – Instituto cultural da República Federal da Alemanha, o Goethe-Institut, fundado em 1951, se dedica a fomentar o diálogo entre culturas e é a maior instituição de ensino de alemão no mundo. Atualmente, dispõe de uma rede de 159 unidades em 98 países de todos os continentes. A unidade do Goethe-Institut Salvador-Bahia foi criada em 1962 e, desde então, promove a aprendizagem da língua alemã, divulga uma imagem abrangente da Alemanha e realiza colaborações locais, nacionais e internacionais na área da cultura, com numerosos parceiros públicos e privados. É um espaço disposto ao exercício artístico-cultural, realizando ações próprias e oferecendo suporte a iniciativas de variadas espécies. Dispõe de teatro, foyer, galerias, biblioteca, ateliês, estúdios, salas de aulas, praças, pátio e café. Após mais de meio século de atividades contínuas na cidade, iniciou, em 2016, o Programa de Residência Artística Vila Sul, com a proposta de fortalecer interlocuções entre o Brasil e demais países do hemisfério Sul a partir do acolhimento de artistas e agentes culturais de diversas áreas, linguagens e origens. Mais de 60 residentes já experimentaram esta oportunidade.

KAURÍS

Exposição coletiva de artes visuais

Antônio Obá, Emo de Medeiros, J. Cunha, Leonardo França, Nádia Taquary e Shai Andrade

Curadoria: Tiago Sant’Ana

+

TIIT

Videoperfomance

Emo de Medeiros

Quando:

Abertura da exposição: 20 de março (quarta-feira), 19h30

Videoperformance “TIIT”: 20 de março (quarta-feira), 21h30

Visitação: 21 de março a 3 de maio (segunda a sexta), 9h às 19h

Onde: Goethe-Institut Salvador-Bahia (Av. Sete de Setembro, 1809, Corredor da Vitória)

Quanto: Gratuito

Classificação indicativa: 14 anos

Compartilhe:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 06.03.19.005Patuskada para Exu Bouzanfrain. 06 Mar 2019
  • 05.03.19.166Carnaval no Pelô. Alb 2. 05 Mar 2019
  • 05.03.19.054Carnaval no Pelô. Alb 1. 05 Mar 2019
  • 04.03.19.188-1Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 2. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.217Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 1. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.144Mudança do Garcia. Festa Ednice. 04 Mar 2019

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • Aves de Rapina_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?