Salvador, 21 de February de 2020
Acesse aqui:                
Banner
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Dentro do Concha Negra, espetáculo “Panteras Negras Inconcert” é adiado para o dia 28 de março
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Seg, 10 de Fevereiro de 2020 18:59

CONCHA_NEGRA_-_Panteras_NEWSFEED_1300X1300PXDiante da realização do circuito de eventos de rua pré-carnavalescos na cidade de Salvador, fato que impacta no trânsito e no próprio acesso ao Complexo Teatro Castro Alves, o espetáculo “Panteras Negras Inconcert”, parte do projeto Concha Negra, que aconteceria no dia 15 de fevereiro, foi adiado para o dia 28 de março. O show vem reverenciar a potência das expressões musicais das bandas Panteras Negras e Didá, ao lado da força poética do Slam das Minas, enfatizando o empoderamento feminino como temática principal. O evento ocupa a Concha Acústica do Teatro Castro Alves (TCA), a partir das 18h30. Ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), à venda na bilheteria do TCA, nos SACs dos shoppings Barra e Bela Vista ou pelos canais da Ingresso Rápido.

Quem já adquiriu ingresso poderá utilizar o mesmo na nova data, sendo necessário preservá-lo, sem necessidade de troca. Caso não possa comparecer à nova apresentação, o reembolso poderá ser solicitado até o próprio dia do evento, 28 de março de 2020. Para ingressos adquiridos na bilheteria do TCA ou dos SACs, o titular da compra deve se dirigir à bilheteria do TCA, apresentando documento oficial com foto e CPF, além do cartão de crédito/débito com que realizou a compra e o ingresso do espetáculo. Para ingressos comprados pelo site ou aplicativo da Ingresso Rápido, é necessário solicitar o estorno pelo SAC, através do endereço http://sac.ingressorapido.com.br  respeitando o mesmo prazo. Para mais informações, consulte www.ingressorapido.com.br/policies.

SOBRE O SHOW – A banda Panteras Negras é a primeira instrumental do mundo composta só por mulheres negras, e traz quatro integrantes que agregam diferentes experiências musicais: Dêdê Fatuma (percussão), Line Santana (bateria) e Suyá (guitarra) e Zinha Franco (baixo). Como se trata de um projeto de som instrumental, sem protagonismo de uma única cantora, a fala tem papel importante na apresentação do grupo: elas inserem poemas autorais em canções, além de coro vocal das próprias artistas.

No show “Panteras Negras Inconcert”, a ideia é seguir com o compromisso de criar pontes e diálogos entre mulheres, enfatizando os empoderamentos pessoais e alimentando as autoestimas. Por isso, a abertura da noite fica com a musicalidade da Banda Didá, que também traz o ineditismo na própria trajetória: é o primeiro grupo percussivo formado e dirigido por mulheres negras no mundo. Nestes últimos 25 anos, a Didá segue levando a força dos seus tambores e das coreografias, que feminilizam o fazer percussivo com sincronia entre movimentos de danças afro e a dinâmica do samba reggae.

O tom desta noite segue com as intervenções artísticas e as poesias periféricas do Slam das Minas. O primeiro coletivo feminino de batalha de poesias e rap baiano sobe ao palco do Concha Negra para também celebrar as potencialidades artísticas das mulheres negras. Surgido com a proposta de criar um espaço de visibilidade e fortalecimento das artistas negras e periféricas na cena cultural, o Slam das Minas é organizado por Fabiana Lima, Ludmila Singa, Sofia Senne e Tamires Almeida.

SOBRE O CONCHA NEGRA – O Concha Negra é uma iniciativa do Governo da Bahia que se compromete a fomentar a diversidade cultural da Bahia, suas tradições e patrimônios, garantindo o lugar da música afro-baiana na programação mensal da Concha Acústica do Complexo do TCA. Sua realização parte de premissas das políticas reparatórias previstas na Constituição do Estado da Bahia e no Estatuto da Igualdade Racial. Assim, o incentivo a mais um canal de visibilidade e acesso a esta produção se alinha a condutas que reconhecem a cidadania cultural, a importância da representatividade e a afirmação de identidades, combatendo preconceitos e valorizando a expressão das variadas manifestações humanas. A primeira etapa do projeto foi realizada entre setembro de 2017 e fevereiro de 2018, com shows de Filhos de Gandhy, Muzenza, Ilê Aiyê, Cortejo Afro, Olodum e Malê Debalê.

Nesta 2ª edição, através de convocatória pública, nove propostas foram selecionadas dentre 59 inscritas, em pautas de novembro de 2019 a março de 2020, com ÀTTØØXXÁ, Ilê Aiyê, Sine Calmon e Morrão Fumegante, Olodum, Baco Exu do Blues, Lazzo Matumbi, além do show Afropop com Margareth Menezes, Afrocidade e Luedji Luna, encerrando então em março com “Ópera dos Terreiros” do Núcleo de Ópera da Bahia, no dia 14, seguida da apresentação de Panteras Negras, Didá e Slam das Minas, no dia 28.

Concha Negra – Panteras Negras Inconcert

Panteras Negras convida Slam das Minas

Abertura: Banda Didá

Quando: 28 de março de 2020 (sábado), 18h30

Onde: Concha Acústica do Teatro Castro Alves

Quanto: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

http://site.ingressorapido.com.br/tca

Classificação indicativa: Livre

Compartilhe:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 08.02.20.001Sarau Kids com Carlinhos Brown. 09 Fev 2020
  • 30.11.19.0515ª Marcha do Emp Crespo 30 Nov por Alberto Lima
  • 01.12.19.030Caminhada Samba. 01.Dez. Por Edgar de Souza
  • 10.11.19.031Festival Radioca.10 Nov, Por Rafael Passos
  • 28.09.19.013Rock Rural Janah e Raul. Casarão. 28 Set 2019
  • 06.03.19.156Patuskada para Exu Bouzanfrain. 06 Mar 2019

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

GALERIAS DE ARTE

Mais galerias de arte...

HUMOR

  • Aves de Rapina_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?