Salvador, 20 de agosto de 2019
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Merkel e as consequências da crise europeia, por Luis Nassif
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Cidadania
Qui, 13 de Dezembro de 2018 04:04

Luis_NassifO desempenho da economia, no próximo ano, dependerá bastante do que poderá ocorrer com a economia europeia.  Chegou ao fim o reinado de Ângela Merkel e a longa influência da Alemanha sobre o Banco Central europeu, quando implementou políticas amplamente restritivas, antes que houvesse a recuperação econômica.

A consequência foram a ampliação das desigualdades, taxas de desemprego colossais, com a destruição de várias economias nacionais. E, principalmente, o espaço aberto para a radicalização mais ameaçadora, com o advento de partidos nacionalistas de ultradireita, entre os quais o alemão Alternative für Deutschland (AfD).

Para impedir o desmanche da solidariedade europeia, Merkel bancou a entrada, na Alemanha, de mais de um milhão de refugiados apenas em 2015, o que ampliou seu desgaste interno.

O fracasso das políticas restritivas, e os bons resultados colhidos pelos Estados Unidos, com sua política monetária expansionista, mudaram o comportamento do BCE. Ele passou a reduzir as taxas de juros até chegar perto de zero, e a recomprar ativos públicos, injetando liquidez na economia.

Esse movimento depreciou o euro frente o dólar, reduzindo a competitividade da economia norte-americana e ampliando a guerra comercial conduzida pela administração Donald Trump.

Agora se chega a uma sinuca, porque encerrou-se o ciclo de crescimento da economia europeia, que permanece em desaceleração desde o quarto trimestre de 2017. Essa queda não poupou sequer a economia alemã que experimentou contração do PIB no terceiro trimestre.

Tem-se, agora, o seguinte quadro europeu:

  1. O voo de galinha do ano passado mostra uma taxa de crescimento potencial de apenas 1%, com uma taxa de desemprego de cerca de 8%.
  2. A crise de 2008 deixou como consequência países com altos níveis de endividamento e bancos com ativos comprometidos.
  3. Esses dois fatores impedem políticas anticíclicas de gastos públicos. E as restrições da União Europeia não abrem espaço para aumento do endividamento.
  4. Além disso, um plano de reativação econômica exigiria um esforço concatenado de políticas monetária e fiscal dos diversos países, em um momento em que os partidos de centro – base da unificação europeia – estão sob fogo cerrado em seus respectivos países.

E, aí, entre em cena novamente Ângela Merkel. Em que pese o desgaste na Alemanha, permanece sendo a mais proeminente líder europeia. Merkel tem mais três anos de mandato. Dificilmente um parlamento dividido, como o alemão, conseguiria maioria para um voto de desconfiança.

Sem o peso da reeleição, há uma torcida para que Merkel ouse passos mais agressivos, visando preservar a unidade do continente e a viabilização de políticas anticíclicas.

Javir Solana, ex-Alto Representante da EU para Polícia Externa, em artigo recente lembrou o papel de Barack Obama que, na fase de maior desgaste de seu governo, restabeleceu relações diplomáticas com Cuba, concluiu o acordo nuclear com o Irã e assinou o acordo do clima em Paris.

É justamente para esses momentos de perplexidade, que países desenvolvidos contam com suas reservas políticas – ex-mandatários, figuras públicas mais velhas e experientes, pessoas com visão de Estado. Já países mais atrasados costumam liquidar com suas personalidades.

Artigo publicado originalmente em https://jornalggn.com.br/noticia/merkel-e-as-consequencias-da-crise-europeia-por-luis-nassif

Compartilhe:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 06.03.19.046Patuskada para Exu Bouzanfrain. 06 Mar 2019
  • 05.03.19.225Carnaval no Pelô. Alb 2. 05 Mar 2019
  • 05.03.19.130Carnaval no Pelô. Alb 1. 05 Mar 2019
  • 04.03.19.234-1Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 2. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.199Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 1. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.140Mudança do Garcia. Festa Ednice. 04 Mar 2019

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • Impeachement_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?