Salvador, 23 de setembro de 2017
Acesse aqui:                
Banner
facebookorkuttwitteremail
Dom Cappio e a Transposição. Por Lelê teles
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Dando o que Falar
Seg, 20 de Março de 2017 04:08

LELE_TELES2embaixo, o povo faz o seu batismo nas águas do canal que banham o sertão. parece um milagre! em cima, a dupla que encarnou o Velho do Restelo, símbolo do pessimismo e do atraso apontado pelo grande Camões.

nessa imagem cândida, Dom Flávio Cappio faz o papel de Cristo.

Sabatella é a Madalena.

não há presépios, é tudo uma grande presepada.

os dois encamparam uma campanha, com amplo apoio da mídia, contra a transposição do Rio São Francisco.

obra que hoje todos querem a paternidade.

Cappio fez duas greves de fome e serviu-se como boneco de ventríloquo para a midiazona meter o pau em Dilma e Lula.

duas greves de fome!

por que diabos ninguém faz greve de sede, deus dos invernos?

a obra, como se sabe, beneficiará 12 milhões de brasileiros que sofrem com o flagelo da seca.

gente sem água pra beber, para tomar banho, para fazer comida, para plantar...

e Cappio queria barrar a obra sozinho, na marra, na chantagem emocional e com a cândida cumplicidade de Sabatella.

profeta de araque, Dom Luis Cappio afirmou categoricamente que essa obra "nunca vai ficar pronta".

na verdade, era mais uma maldição que uma profecia.

seja como for, o bispo deu com os burros n'água, literalmente.

à ocasião, Ciro Gomes foi ao sertão e disse poucas e boas para o homem do vestido com uma fita na cintura.

também deu uma dura na atriz que, naquele momento, fazia um papel ridículo.

com todos os microfones apontados para si, o bispo midiático – fraco e famélico – ainda solto essa pérola:

essa obra "é economicamente errada, ecologicamente errada, juridicamente anticonstitucional, socialmente é um absurdo prejudicial. não é aprovada em nenhum quesito..."

com mil diabos!

Temer deveria ter convidado os dois atores para aquela ridícula cerimônia de usurpação da obra alheia.

e os três poderiam promover um lava-pés coletivo, demonstrando, no melhor estilo crístico, penitente humildade diante daquele povo agraciado que irradiava uma aura de hídrica felicidade.

palavra da salvação.

Ricardo Stuckert

Artigo publicado originalmente em http://www.brasil247.com/pt/colunistas/leleteles/285160/Dom-Cappio-e-a-Transposição.htm

Compartilhe:

 

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 17.09.17.068Lançamento do I Festival de Itaparica. 19 Set 2017
  • 19.9.17.084Sarau da Casa da Mãe. 19 Set 2017
  • 16.9.17.057Lebowski Pub e Borracharia. 16 Set 2017
  • 16.09.17.007Aniversário Keko Pires. Qattro. 16 Set 2017
  • 13.09.17.111Coleção Kalunga de Monica Anjos. 13 Set 2017
  • 09.09.17.047Festa Africana. Casarão do Lord. 09 Set 2017

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?