Salvador, 25 de November de 2020
Acesse aqui:                
Banner
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Acabou a corrupção? Por Cris Penha
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Dando o que Falar
Dom, 15 de Novembro de 2020 05:24

Cris_PenhaA esquerda e o PT, quando governaram, também tiveram que governar com o Centrão (que na verdade deveria se chamar Direitona). A culpa foi do PT ou de quem deu a maioria do Congresso pra esse grupo?

Quem elege o Centrão? O povão, a classe média e a elite. Os dois primeiros por ignorância: votam nos próprios algozes. A elite por interesse. O Centrão está ali pra defender os interesses de empresários, latifundiários, igrejas, clubes de futebol, produtores de armas, grupos de mídia e seus próprios políticos. Bolsonaro sempre foi desse grupo.

A diferença entre a Esquerda e a Direita (Centrão), é que essa última nunca fez nada pra combater a corrupção no país. Até o governo FHC, o que era a PF, o MPF, a CGU e o COAF? A PF era uma polícia federal sem independência, sem pessoal e sem verbas. Em 8 anos de FHC a PF fez míseras 50 ações. O MPF era controlado pelo Engavetador Geral da República, no caso, o sétimo colocado na eleição do MP, escolhido a dedo por FHC por ser o primo de seu vice Marco Maciel do PFL, hoje DEM, partido do Senador do dinheiro na cueca. A CGU nem existia e o COAF não tinha força alguma e foi criado apenas em 1998.

Não é que não havia corrupção. Havia de sobra, com as Privatizações escandalosas onde até FHC foi pego no grampo do BNDES (dizem que foi Eduardo Cunha, na época presidente da Telerj, que mandou grampear), o Banestado (cujo juiz do caso era Moro que absolveu a tucanada), a compra de votos pra reeleição, caso Marka/Fonte Cindan envolvendo o banqueiro Cacciola e o Banco Central, etc. Tudo abafado e engavetado.

Nos governos Lula e Dilma foram tomadas as seguintes medidas anti-corrupção: a PF ganhou independência, recursos humanos e financeiros e o resultado foram mais de 2 mil ações nos governos petistas. Lula e Dilma sempre indicaram o 1° colocado na eleição interna do MP, ou seja, nada de fazer como FHC, Temer e Bolsonaro que colocaram seus aliados no comando do Ministério Público. A CGU foi criada nos governos petistas e investigava a própria União, por ser um órgão de Controle Interno. E o COAF foi fortalecido e apontou inúmeras irregularidades naquele período. Além disso, foram aprovadas Leis pra facilitar o combate à corrupção como a Lei de Transparência, de Acesso à Informação e da Delação Premiada.

Nossa mídia parcial e elitista, que sempre ajudou a eleger a Direita, dizia que a corrupção tinha aumentado, se institucionalizado, tomado proporções gigantescas nos governos da esquerda quando na verdade o que ocorreu é que a corrupção histórica finalmente foi revelada em sua verdadeira dimensão. Corrupção histórica, que tinha produzido um dos países mais desiguais do planeta, apesar da sua riqueza.

Segundo essa mesma mídia, o PT, Lula e Dilma foram os responsáveis pela corrupção e os maiores beneficiados. Usou essa tese para incentivar o ódio e conseguiu levar milhões às ruas em 2013 quando o país crescia 3% ao ano, o dólar e a gasolina eram baratos, o desemprego era mínimo e os salários estavam em alta. Usou e abusou dessa teoria pra tentar eleger o "honestíssimo" Aécio Neves e seus amigos tucanos; usou para ajudar a derrubar Dilma e colocar no poder os "honestíssimos" Temer e o PMDB, DEM, PSDB e cia; usou pra eleger os "honestíssimos" Bozos e a milícia. Tudo com a ajuda do nosso Judiciário parcial, principalmente da Lava Jato. Aliás, alguém poderia dizer porque Aécio e Temer ainda estão soltos? Falta de provas? Ah se fossem petistas...

Alguém poderia citar qual crime Dilma Rousseff cometeu? E Lula, que foi condenado por "atos indeterminados" por Moro? Todas as acusações falaciosas contra Dilma caíram por terra e não tiveram andamento no Judiciário. Dilma sofreu um golpe não por pedaladas fiscais ou problemas na economia. Problemas que na verdade aumentaram fortemente com as manifestações de 2013 e a sabotagem sofrida pelo seu governo no Congresso liderado por Cunha e Aécio após sua reeleição. Dilma Rousseff foi tirada do poder porque se negou a proteger Cunha e dar o fim na Lava Jato, como Bolsonaro fez. Dilma foi tirada do poder num "grande Acordo Nacional, com o STF, com tudo" por ter demitido diretores corruptos de estatais e de cargos no governo, que eram ligados ao Centrão, gente ligada a Cunha, Aécio, Temer, Maia, Jefferson entre outros.

É claro que também havia o interesse das elites nacionais em voltar ao poder pra implantar o neoliberalismo econômico, com apoio de Tio Sam de olho no pré-sal, base de Alcântara, mercado de armamentos pesados para as Forças Armadas, retomar a influência no Brasil e afastar a China. Quando Temer apresentou seu plano liberal Ponte Para o Futuro, de desmonte dos direitos trabalhistas e previdenciários, de privatizações e abertura econômica indiscriminada, o golpe foi sacramentado, inclusive com reunião dele com os militares, fora da agenda, como noticiado essa semana.

No caso de Lula, todos viram que Moro e Dallagnol armaram pra tirá-lo das eleições, com ajuda da grande mídia, principalmente da Globo e claro, de Tio Sam. Está tudo documentado pelo The Intercept além da prova maior que foi Moro ter virado Ministro de Bolsonaro em troca da promessa de uma vaga no STF. Nessa palhaçada toda, destruíram nossa Democracia, a Economia, nossas maiores construtoras que concorriam com as empresas de Tio Sam pelo mundo e ainda foram os responsáveis diretos pela eleição de Bolsonaro.

Vamos falar de Lula e seu patrimônio. Ele é dono de canais de TV, rádios, jornais, empresas, fazendas, como muitos políticos da direita? Foi encontrada alguma conta no exterior? Alguém realmente acha que Lula é um idiota pra aceitar aquele triplex como pagamento de propina por "atos indeterminados" segundo a própria sentença de Moro? Triplex que nunca foi reformado como a Lava Jato divulgou e que estava penhorado na Caixa como garantia das dívidas da OAS. E quanto ao fato de Léo Pinheiro ter mudado o depoimento após ser condenado a vários anos de prisão? Quanto às outras acusações, fora de Curitiba, todas estão sendo rejeitadas, uma a uma. A última foi a das palestras, todas documentadas e declaradas à Receita Federal.

Condenaram Lula como se ele fosse o culpado por ter governado com o Centrão, e não quem elegeu esse grupo conhecido por vender apoio no Congresso em troca de cargos. Como se Lula tivesse que saber o que acontecia lá na ponta, nas diretorias de Estatais ou Ministérios, sendo que isso é impossível para um Presidente, tamanha a estrutura do governo federal. Qualquer indicado a cargo no governo passava por uma checagem na Casa Civil e Abin. Ninguém com antecedentes criminais poderia ser indicado e o papel de investigação é justamente dos órgãos e instituições como PF, MPF, CGU e COAF que foram fortalecidos como nunca em seu governo. Mas esses órgãos descobriram alguma coisa na Petrobras em seu governo? Não. Deixaram pra acusá-lo justamente quando ele tinha chances enormes de se tornar Presidente novamente.

Ninguém está negando aqui que não houve corrupção na Petrobras ou em outros lugares no governo petista. Inclusive há gente nos partidos de esquerda que também se aproveita da corrupção. Só que ao contrário dos hipócritas da direita, da mídia e do Judiciário, não nego que essa mesma corrupção sempre existiu no Brasil, mas a diferença é que nos governos de esquerda ela não foi varrida pra baixo do tapete como foi no governo FHC ou na Ditadura, por exemplo, e como está sendo novamente agora, no governo Bolsonaro. Ela foi combatida, independente de quem fosse o alvo das investigações.

Mas se todos preferem viver na ilusão de um governo fascista, que aparelha os órgãos de investigação, que persegue jornalistas, servidores e opositores, de que a corrupção acabou mesmo com rachadinhas, imóveis comprados com dinheiro vivo, venda de ativos da Petrobras à preços de banana, diversas benesses à Empresários, Latifundiários e Mineradores, distribuição de cargos ao Centrão e dinheiro na cueca de Senador aliado da familícia há 20 anos, paciência. Isso não é apenas fanatismo cego. É de uma burrice e ingenuidade tremendas.

Infelizmente vivemos num país onde a questão da corrupção virou uma arma das Elites contra os governos e partidos que ela não suporta. E na linha de frente, como soldados numa guerra, estão a Mídia e o Judiciário, este último claramente elitista por ser formado por gente proveniente da classe média alta e elite. Ingenuidade é acreditar que a grande mídia é imparcial e defende os interesses do povo. Por ser controlada pela Elite e por depender dos grandes anunciantes, que são os bancos e multinacionais, é obvio que ela será contra qualquer governo que busque favorecer a parcela mais pobre e não deixar a corrupção, da qual essa mesma elite sempre se beneficiou, inclusive a mídia, ser investigada, a não ser quando interessa pra derrubar quem ela quer tirar do poder.

Tanto isso é verdade que vejam o que aconteceu com a Lava Jato depois que ela fez o serviço sujo: acabou, como o próprio Bolsonaro afirmou. Dallagnol foi defenestrado da operação e Moro terá que fugir para os EUA para escapar das ameaças da familícia que ele ajudou a colocar no poder, isso sem falar no processo de suspeição no STF, que até agora segurou o julgamento demonstrando mais uma vez ser parte fundamental do Acordo Nacional. Este foi fundamental para o golpe, já que blindou Cunha até ele finalizar o processo de impeachment. Blindou Moro e Dallagnol e negou a Lula direitos que estavam previstos na Constituição, como a prisão apenas após o trânsito em julgado. Voltaram atrás quando a eleição tinha passado é capaz de mudarem novamente o entendimento pra prender Lula antes de 2022.

A corrupção no Brasil sempre existiu e não acabou. Ela existe em todos os lugares, no setor público e privado. Aliás, ela não existe no setor público sem a participação do setor privado. A corrupção existe em qualquer sociedade, principalmente a Capitalista. O grande Capital sempre dependeu da corrupção pra se expandir, conquistar mercados e destruir concorrentes. A corrupção é uma arma sempre usada pelas Elites contra os governos que ela não suporta por contrariarem seus interesses. O verdadeiro combate à corrupção, como foi visto nos governos de esquerda, nunca interessou às Elites do país e muito menos ao Centrão e boa parte do Congresso. Esse foi um dos principais motivos do golpe e do fato de Bolsonaro ter apoio dessas Elites hoje: todo aparelhamento e desmonte das instituições de combate à corrupção que ele está promovendo, com claro objetivo de blindar a  familícia e se perpetuar no poder, além de proteger quem sempre se beneficiou da corrupção e do Estado brasileiro: a Elite.

Compartilhe:

 

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 24.02.2020.449Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 4. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.336Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 3. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.230Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 2. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.010Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 1. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.232Mudança, Magary, Motumbá. C. Grande. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.112Didá & Respeita as Minas. Campo Grande. 24 Fev 2020

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

HUMOR

  • Golpe_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?